PUB


Anomia em adolescentes com e sem conflito com a lei

2015
nilton.soares@unp.br


A- A A+
Anomia em adolescentes com e sem conflito com a lei

A vida em sociedade exige uma série de regras, normas e sistemas de lei que precisam ser cumpridas para o bom funcionamento da ordem. Mas a quebra dessa ordem tem crescido entre os adolescentes e a sociedade, a esse fenômeno denomina-se anomia. Este estudo tem como objetivo analisar a relação entre a prática do ato infracional e o estado anômico em adolescentes em conflito com a lei. Trata-se de uma pesquisa de campo, de natureza quantitativa e correlacional, realizada na Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (FUNDAC) em Natal – RN, com 40 (quarenta) adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas e mais 40 (quarenta) de instituição de educação pública do ensino fundamental. Utilizou-se como instrumentos um questionário sócio demográfico para obtenção dos dados individuais dos adolescentes e duas escalas: a Escala de Anomia Social (EAS) e a Escala de Atitude Anômica (EAA). Com os resultados é possível refletir em direção da perspectiva teórica proposta pelos pensadores da teoria da anomia (por exemplo, Durkheim e Merton), os quais, apontam em direção da necessidade do cumprimento de normas sociais e que esta, não apenas, tem sua funcionalidade no nível pessoal, mas, também, social.

 Ler texto integral em PDF