PUB


O impacto do capitalismo nas relações interpessoais da contemporaneidade: uma perspectiva da psicologia analítica

2017
petersenerika03@gmail.com


A- A A+
O impacto do capitalismo nas relações interpessoais da contemporaneidade: uma perspectiva da psicologia analítica

O presente artigo tem como tema central o impacto do capitalismo nas relações interpessoais da contemporaneidade, discutido pela perspectiva sociológica de Bauman em diálogo com a Psicologia analítica de Jung, propondo e concebendo uma Psicologia Clínica prioritariamente relacionada aos processos sociais. Nesse contexto, objetivou, por meio de uma revisão bibliográfica, compreender os efeitos do capitalismo nas relações interpessoais da contemporaneidade. Para tal, se torna essencial a contextualização do surgimento e análise dos princípios do capitalismo, a associação desses princípios às relações interpessoais vigentes, a interpretação dessas relações sob a luz do conceito de persona, e enfim, a reflexão a respeito do cruzamento do capitalismo com o processo de individuação. Constata-se, afinal, a tentativa de padronização das subjetividades por meio de ideologias consumistas, que consequentemente influenciam nas relações interpessoais, tornando-as apropriadas à lógica capitalista, supervalorizando determinadas personas, dificultando o processo de individuação, bem como a emergência da consciência crítica e a aproximação de si mesmo.

 Ler texto integral em PDF