Alguém me pode ajudar a compreender?

A regulação e regulamentação da formação e do exercício da psicologia em Portugal. A acreditação e certificação. A organização da classe profissional. Os direitos e deveres laborais. As organizações representativas. A identidade e a imagem dos Psicólogos.

Moderador: Cristina

mjvcbc
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 8
Registado: sexta jan 15, 2010 1:04 am

Alguém me pode ajudar a compreender?

Mensagempor mjvcbc » quarta dez 14, 2011 7:04 pm

O jornalista Ricardo Martins Pereira (autor do blog O Arrumadinho) publicitou no seu site uma formação leccionada pelo próprio, de nome "Como consquistar o homem dos meus sonhos #1" na qual pretende leccionar módulos sobre (e nas suas palavras) dinâmica de relações e se propôe aconselhar e acompanhar individualmente cada um dos formandos. Aqui deixo o programa do Workshop que poderá, também, ser encontrado no blog:

Como conquistar o homem
dos meus sonhos? #1

(ou pelo menos como me posso tornar
numa mulher mais interessante)

Módulo 1
LEVANTAMENTO DO PROBLEMA

1. O que é que tenho feito de errado?
O que é que leva um homem a abandonar uma mulher, ou a não querer assumir uma relação com ela? E quando assume, por que é que as coisas não resultam? Onde é que estamos a falhar? Espaço de discussão sobre relações falhadas, partilha de experiências.


2. Afinal, o problema sou eu ou têm sido todos eles?
O que se passa na cabeça dos homens quando conhecem uma mulher? O que é que eles verdadeiramente pretendem? Como é que percebo se eles estão numa de assumir um compromisso sério ou querem apenas sexo? Sou eu que não os entendo ou são eles que não me entendem?


Módulo 2
RESOLUÇÃO DO PROBLEMA

3. Como me posso tornar numa mulher mais interessante?
Ando a vestir as roupas erradas? A abusar da maquilhagem? Fico melhor de saltos ou ténis? Devia investir mais em minissaias e decotes? Ando a ler os livros errados? A ver os filmes que não devo? Devo deixar de escrever no Facebook que adoro o Nicholas Sparks? Como é que posso continuar a ser eu mesma mas tornar-me mais interessante para um homem?


4. O que é que um homem quer numa mulher para ela ser “a tal”?
Temos de ser lindas? Elegantes? Mamas grandes? Ter instinto maternal? Inteligentes? Família rica? Afinal, o que é que um homem valoriza mais numa mulher, e que pode fazer com que ela se torne na pessoa certa?


Módulo 3
ACOMPANHAMENTO INDIVIDUAL
Durante três meses, todas as participantes do workshop podem pôr-me dúvidas por mail, pedir conselhos, dicas, sugestões, para questões ligadas a relacionamentos. No final, não entrego diplomas de participação, mas estou aberto a receber convites para casamentos.


Datas e duração
O workshop terá a duração de cinco horas e será efectuado em duas modalidades diferentes:
Horário pós-laboral: 2ª e 3ª feira, das 20h30 às 23h00 (9 e 10 ou 16 e 17 de Janeiro)
Fim-de-semana: sábados das 9h às 14h ou das 15h às 20h. (7 ou 14 de Janeiro)


Número de inscrições:
O workshop realiza-se com um número mínimo de 8 inscritos e máximo de 10.


Localização
O workshop pode realizar-se em Lisboa ou no Porto, dependendo da área de residência de inscritos. Para já, existem interessados suficientes para fechar duas datas em Lisboa, mas ainda não há número suficiente para se organizar um no Porto. Ainda assim, toda a gente pode continuar a inscrever-se, e assim que se chegue aos 8 pré-inscritos pode marcar-se uma data.
O espaço físico onde decorrerá o workshop ainda não está definido, mas será no centro de Lisboa ou no centro do Porto.


Custo
O preço final ainda está a ser acertado, por causa do IVA. Mas rondará os €40.


Pré-inscrições
Quem quiser reservar já uma inscrição, poderá fazê-lo enviando um mail para oarrumadinho@gmail.com (no subject coloquem Workshop Homem dos Sonhos). Basta manifestar interesse e sugerir a data que mais lhe convém.


Coloca-se então a questão é possível que este senhor licenciado em Ciências da Comunicação (desconheço sequer se é detentor do CAP) possa ministrar tal formação, pretendendo ainda acompanhar individualmente os formandos? :shock:
vectrapc
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1382
Registado: domingo mai 08, 2005 9:10 pm
Localização: lisboa

Re: Alguém me pode ajudar a compreender?

Mensagempor vectrapc » quarta dez 14, 2011 11:55 pm

Parece a primeira vista mais ironico que realmente uma formacao a serio, mas hoje em dia com tanto que se passa nem se nota a diferenca.
Faz-me lembrar o " He's not that into you" tambem escrito por um jornalista que fez muito dinheiro nisso e alguns filmes como o "Hitch".

Nao me parece ser qualquer abordagem cientifica, baseado em modelo testado, portanto nao e psicoterapia ou psicologia.
Vem das questoes dos leitores do seu blog e ele decidiu fazer 1 workshop.

Alias, a olhar para o conteudo nao tem qualquer relacao com psicologia mas sim com o senso comum.

Se virmos o Hitch parece-me exactamente o que ele se propoe fazer, mas em relacao as mulheres.

Se fosse um Psicologo a ministrar esta formacao, certamente levantaria questoes eticas, mas um jornalista, so mesmo a Associacao dos Jornalistas podera se pronunciar. Relativamente ao CAP isso e da responsabilidade do IEFP.
É melhor acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão
Ana Rita
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1794
Registado: terça ago 31, 2004 1:44 pm
Localização: Lisboa

Re: Alguém me pode ajudar a compreender?

Mensagempor Ana Rita » domingo dez 18, 2011 4:54 pm

Por todo o mundo também existem grupos de homens que ajudam outros a seduzir mulheres através de workshops ou aulas. Sei que em Portugal esse "movimento" também já existe ainda que muito menos explorado do que em países como os EUA ou a Inglaterra. Pessoalmente não sou contra visto que ajudam pessoas introvertidas a relacionar-se no terreno. Por exemplo um "formador" vai sair à noite com o seu aluno e mostrar-lhe directamente como se faz, observando depois como o aluno se comporta na abordagem ao sexo feminino e promovendo a sua capacidade de interagir. Se isso realmente ajudar a pessoa, porque não?
Muito se poderia falar acerca disto, nomeadamente vantagens e desvantagens destes métodos, mas acho que não vão contra o nosso trabalho. Poderia até ser complementar em algumas pessoas. Todos sabemos que na clínica ajudamos muitos a aumentar a sua auto-estima através da compreensão do seu percurso de vida e de que forma os seus comportamentos esbarram na capacidade de criar ligações, mas quantos de nós a certo ponto pensámos que a pessoa precisava também duma espécie de aula prática? A prática é o que a pessoa acaba por fazer "lá fora" mas sozinhos é muito mais dificil.
Se caíres sete vezes, levanta-te oito.

Voltar para “Regulamentação, Exercício e Identidade Profissional”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante