DOENÇA BIPOLAR OU MANÍACO-DEPRESSIVA

As diferentes correntes e modelos teóricos. Novas abordagens e novos contextos de intervenção. A teoria e a prática, os conceitos e as estratégias. Preocupações éticas e deontológicas. etc.

Moderador: César

FAQ
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 1
Registado: terça set 20, 2005 11:47 pm

DOENÇA BIPOLAR OU MANÍACO-DEPRESSIVA

Mensagempor FAQ » quarta set 21, 2005 12:04 am

Doença bipolar ainda é tabu mesmo dentro da família

Antes de saber do que sofria e estar correctamente medicada, Linda Carneiro caía na cama do hospital psiquiátrico duas vezes por ano. Nem sempre por vontade própria. No auge da euforia, sente que é capaz de tudo, que nada a detém. Até perder o controlo.

Tinha 40 anos quando a doença bipolar se manifestou. Na altura, não sabia que era esse o seu problema. Demorou cinco ou seis anos até o diagnóstico ser correctamente realizado e mais alguns para lhe acertarem com o tratamento farmacológico. Vivia no auge da euforia ou na mais funda das depressões.

Embora a última década tenha conhecido grandes contributos para a divulgação desta patologia maníaco-depressiva, continua a haver um grande desconhecimento e até uma boa dose de mistificação sobre o universo dos bipolares. O estigma leva a que seja vivida como um tabu. Um terrível segredo que se tenta esconder, mesmo da família. A verdade, porém, é que se não for convenientemente tratada, é uma doença que arruina a vida pessoal, social e profissional e pode conduzir ao suicídio.

300 mil portugueses

A dificuldade de diagnóstico é dos aspectos mais nefastos da doença bipolar. Calcula-se que cerca de 3% da população sofra desta patologia, 2% da qual da forma mais grave, mas desconhece-se quantos casos estão sinalizados e tratados, de acordo com José Manuel Jara, director do serviço de Psiquiatria do Hospital Júlio de Matos, Lisboa.

"A doença bipolar é crónica, não tem cura, mas pode ser tratada. Com a terapia adequada, o doente pode ter uma vida relativamente normal e prevenir a ocorrência dos episódios de mania e depressão", sublinha o psiquiatra, acrescentando que cerca de metade fica estabilizada com a medicação.

Os dois pólos da doença não podiam ser mais extremos. A fase de alegria e o optimismo excessivos pode traduzir-se em manias de grandeza, como julgar-se um grande génio ou líder político, ou em delírios místicos, como acreditar ser um profeta ou ter a missão de salvar a humanidade. O lado lunar corresponde a um estado de profunda tristeza e apatia. As mudanças drásticas de humor podem suceder rápida e frequentemente. Sem aviso prévio.

Linda Carneiro descreve as duas faces do mal que a atormenta. "A fase da mania é cor-de-rosa sentimo-nos criativos, alegres, hiperactivos, temos energia para fazer tudo e mais alguma coisa. Não temos vontade dormir nem nos apetece comer. Não há obstáculos que nos detenham. Deixo de ser tímida e ouso até fazer coisas que normalmente não sou capaz. Só que é ilusório."

Consciente do que lhe acontece, não esquece também a face obscura da doença. "Desinteresso-me de tudo, das pessoas, do trabalho, de mim própria. Chego a desviar-me dos conhecidos, na rua, para não ter de lhes falar. Não me apetece fazer nada, nem sequer cuidar de mim."

Actualmente, Linda Carneiro consegue prever a aproximação das crises. "Reconheço os sintomas e contacto imediatamente a minha psiquiatra", conta. Sabe que não pode falhar a medicação - lítio para estabilizar o humor e antidepressivos - e que é fundamental levar uma vida regrada e vigilante.

A recompensa são cinco anos sem episódios de mania ou depressão.

In Jornal de Noticias (Sociedade) em 19/09/2005
adelina30
Membro Habitual*
Membro Habitual*
Mensagens: 113
Registado: terça ago 30, 2005 5:58 pm

Mensagempor adelina30 » quarta set 21, 2005 12:07 am

muito interessante!
Avatar do Utilizador
Gualter Ego
Membro Iniciante
Membro Iniciante
Mensagens: 22
Registado: segunda ago 08, 2005 11:36 am
Localização: Planeta Terra

Mensagempor Gualter Ego » domingo abr 02, 2006 10:57 pm

"A doença bipolar é crónica, não tem cura, mas pode ser tratada. Com a terapia adequada, o doente pode ter uma vida relativamente normal e prevenir a ocorrência dos episódios de mania e depressão" disse o psiquiatra.

Nem se sente bem, nem mal. Não sente nada, digo eu, anestesiada que está com a medicação. E aí sim, terá que a tomar toda a vida, para evitar recaídas. Felizmente que a abordagem bio-médica não é a única de que dispomos.
Quem é que apagou a luz???
www.gualter-ego.blogspot.com
psif
Membro Regular
Membro Regular
Mensagens: 104
Registado: quinta ago 25, 2005 6:09 pm

Mensagempor psif » segunda abr 03, 2006 5:25 pm

"A doença bipolar é crónica, não tem cura, mas pode ser tratada.

Mas o doente bipolar poderá estruturar a sua vida, focalizando-se na tentativa de antecipar uma recaida? Como estrutuar-se profissionalmente, familiarmente, etc? Este processo de antecipação, por si só pode ser causador de um grande sofrimento.
linda
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 7
Registado: domingo abr 23, 2006 3:04 pm

Boa tarde

Mensagempor linda » domingo abr 23, 2006 3:19 pm

Boa tarde.
Encontrei este fórum enquanto pesquisava no google sobre assuntos de bipolaridade. As ultimas mensagens que li estão muito atrasadas, gostava que mais gente participasse, para aprendermos todos como lidar com esta personalidade que possuimos. É uma doença, ainda bem, graças a Deus que é, saber isso levou-me a ter mais auto estima e a não lutar tanto por atingir um equilibrio que pensava não existir totalmente em ninguém. Levei toda a vida até saber que sofria de bipolaridade, tentando encontrar as motivações dos outros para serem felizes e estarem bem com a vida, mesmo quando ela era madrasta. O bendito equilibrio. Senti-me sempre a mais ignorante e imperfeita de todas as criaturas. O que tenho hoje é realmente o equilibrio que tanto ansiei ter, só o encontrei realmente quando comecei a ser medicada com um estabilizador de humor.

Um beijo para todos.
Biarib
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 2
Registado: quinta abr 27, 2006 11:16 pm

Re: Boa tarde

Mensagempor Biarib » quinta abr 27, 2006 11:26 pm

Bom! espero um dia poder escrever q encontrei minha dosagem adequada e este equilibrio...para mim não é nada fácil..ainda não acertei na medicação..Já tomei Priadel e agora estou no Deplaquine..más ainda não resultou...tem dias q quero morrer..faço meu marido e meu filho sofrer muito...espero q Deus possa me ajudar...esta doença é muito cruel e só q a tem sabe o q realmente sinto...além de todos os males ainda tenho q viver com a minha auto estima q esta muito baixa..não consiguo engordar e isto me deixa pior ainda..sinto vergonha de mim e meus sentimentos são reprimidos...Tenho muitas dores decabeça pq omeu celebro não para de trabalhar...quero tanto ficar boa..engordar poder 1 dia ficar bem disposta..è raro o dia q não tenho uma irritação ...acho q é mais um desabafo de uma doente...
linda
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 7
Registado: domingo abr 23, 2006 3:04 pm

Boa noite

Mensagempor linda » domingo abr 30, 2006 11:05 pm

Bom! espero um dia poder escrever q encontrei minha dosagem adequada e este equilibrio...para mim não é nada fácil..ainda não acertei na medicação..Já tomei Priadel e agora estou no Deplaquine..más ainda não resultou...tem dias q quero morrer..faço meu marido e meu filho sofrer muito...espero q Deus possa me ajudar...esta doença é muito cruel e só q a tem sabe o q realmente sinto...além de todos os males ainda tenho q viver com a minha auto estima q esta muito baixa..não consiguo engordar e isto me deixa pior ainda..sinto vergonha de mim e meus sentimentos são reprimidos...Tenho muitas dores decabeça pq omeu celebro não para de trabalhar...quero tanto ficar boa..engordar poder 1 dia ficar bem disposta..è raro o dia q não tenho uma irritação ...acho q é mais um desabafo de uma doente...

Oi bilarip
Também já tomei Priadel e não resultou, deplaquine nunca, foram outros que já nem me lembro do nome.
Neste momento estou a tomar Lamitrogina, Lamictal, já faz seis meses, tomo 200mg diários e quero dizer-te que nunca me senti tão bem e toda a minha vida.
É um estabilizador de humor o Lamictal. Tem-me feito tão bem, que nunca me esqueci nem um dia de tomar, o que não acontecia com os outros. Acho que nunca tinha sido ainda feliz, eu sofria de baixissima auto estima, fingia estar bem apenas, e de uma depressão violenta, como tu. Hoje estou bem e aprendi a conhecer a pessoa maravilhosa que havia em mim, com defeitos como qualquer ser humano, mas com muitas qualidades também. O meu marido e os meus filhos finalmente têm confiança na minha estabilidade e, não ficam com medo que de repente eu me torne impulsiva e desagradável. Desejo de todo o coração que o mesmo suceda contigo, é possivel.
Um abraço amigo.
linda
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 7
Registado: domingo abr 23, 2006 3:04 pm

Mensagempor linda » segunda mai 01, 2006 10:43 am

Biarib, desculpa enganei-me a escrever e não pus o teu post entre aspas.
um beijo e um lindo dia para ti.
Biarib
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 2
Registado: quinta abr 27, 2006 11:16 pm

Re: Boa noite

Mensagempor Biarib » segunda mai 01, 2006 5:55 pm

Oi Linda...

Em primeiro lugar obrigado por me informar sobre este remédio..já faz um ano q tb tomo estes outros remédios sem sucesso..mas vou falar com meu médico sobre este...
Espero um dia meu marido e meu filho poderem me ver de outra forma...e eu poder ficar melhor e me sentir bem comigo mesmo...
É bom falar com outras pessoas q tem os mesmos problemas e partilhar as emoçãos e frustações q temos...agora estou a todo custo tentando ganhar peso..a minha vida neste momento esta muito difícil, mas vou tentar fazer tudo diferente...estou com 48 Kgs..e estou tão magra q quando vejo uma foto minha,tenho vontade de morrer ..pq imagino como as pessoas me veem..e ainda por cima sempre q tem encontro dos familiares do meu marido (pq sou brasileira e vivo em Portugal ) sempre tem aqueles q estão sempre a perguntar pq estou sempre tão magra...todos sabem q tenho este problema , não escondo a ninguém..mas poderiam evitar certos comentários...ate pq sabem q não tenho familia cá e não tenho amigos...só tenho meu marido e meu filho, a familia dele não conta...enfim acho q se acertar na minha medicação e ganhar peso serei a pessoa mais feliz da vida comigo e poderei tranmitir minha felicidade aos meus.

Bia
linda
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 7
Registado: domingo abr 23, 2006 3:04 pm

Olá

Mensagempor linda » quarta mai 10, 2006 11:10 pm

Biarib

Espero que estejas bem. Não tenho vindo aqui. Já falaste com o teu médico?
Confia que um dia vais ficar bem. Vais acertar na medicação e vais conseguir estabilidade. Não sei se será para sempre, mas será bom enquanto durar. A bipolaridade é matreira bem sabes.
Pesas 48 kg, mas não me dizes a tua altura. Tens anorexia nervosa? Alimentas-te bem?
Sei o que dizes, a instabilidade do humor afecta além de nós os que moram e convivem connosco. Dentro do possivel não ligues aos pensamentos que te deixam para baixo e dizem que não tens préstimo nenhum para ninguém, essas coisas,... da mesma forma não ligues aos pensamentos que dizem o contrário, que te dizem que és mais e melhor inteligente, ou o que os outros não te entendem, e blá blá, blá,... Sabes, não é?
Vive um dia de cada vez e nesse dia faz tudo o melhor que souberes e puderes. Não queiras ser perfeita, tem paciencia contigo como se fosses uma criança, só tu podes ser a tua melhor amiga. Os medicamentos são o suporte para que não haja uma saida irregular dos neurónios, o resto é mesmo contigo e isso faz-se sendo boa e amável com nós mesmas. O teu marido e o teu filho vão ser felizes contigo quando tu aprenderes a ser uma boa pessoa para ti. Tudo se passa de dentro para fora. Assim quando ficares bem contigo e aceitares-te como és, todos os que te rodeiam serão compensados.
beijocas.
Tanya Evans
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 2
Registado: sexta mai 12, 2006 3:49 pm

Olá a todos

Mensagempor Tanya Evans » sexta mai 12, 2006 4:26 pm

Espero que estejam todos a melhorar.
Eu acabei de sair de uma fase de euforia (pela 2ªvez) e estou muito em baixo.
Nem palavras tenho p escrever aqui por me sentir tão vazia e ao mesmo tempo tão cheia de dor e sofrimento...
Onde vivo neste momento, não tenho apoio de profissionais, a não ser da familia que muito me tem ajudado e, neste cantinho encontrei também uma forma de desabafar com quem partilha a mesma dor que eu.
Para todos vocês, votos de rápidas melhoras e um beijinho sincero de quem sofre mas não perde as esperanças, Tanya
linda
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 7
Registado: domingo abr 23, 2006 3:04 pm

Olá Tânia

Mensagempor linda » sexta mai 12, 2006 11:40 pm

Tânia.
Obrigada pela tua simpatia. Sei como te sentes, antes imagino, porque nenhuma é igual. Já passei por duas. Foram ambas diferentes.
Tudo vai passar, vais ficar bem. Um beijo.
linda
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 7
Registado: domingo abr 23, 2006 3:04 pm

Mensagempor linda » sexta mai 12, 2006 11:42 pm

Biarif, Tânia, Há outro fórum sobre bipolaridade dêm também uma espreitadela se não conhecem. É um bom fórum também.http://www.bipolaridade.com.br/forum/forum_index.aspx
beijinhos.
Tanya Evans
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 2
Registado: sexta mai 12, 2006 3:49 pm

Obrigada Linda

Mensagempor Tanya Evans » sábado mai 13, 2006 2:28 pm

Obrigada também eu pela tua simpatia.
Vou já ver o fórum que falaste.
Preciso de ver mais testemunhos, isso ajuda-me a compreender melhor aquilo que se passa comigoe quem sabe fazer novas amizades para trocarmos ideias e experiências.
1 beijinho e fica bem.
linda
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 7
Registado: domingo abr 23, 2006 3:04 pm

Bom dia

Mensagempor linda » domingo mai 14, 2006 11:51 am

Olá Tanya, olá Biarif

Tânia, lá vais ler muitos testemunhos e conversar também. Tenho a certeza de que o fórum ajuda muito a compreender-nos. Há um monte de gente boa e simpática. Vais gostar.
Um beijo grande para ti e para a Biarif.
xtrelinha-
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 6
Registado: segunda mai 12, 2008 2:39 am

Vida depressiva :P

Mensagempor xtrelinha- » terça mai 27, 2008 12:59 am

Boa noite a todos...eu ja tive uma depressao nervosa tinha eu os meus 18 aninhos ...penso sempre que sou boa demais para este mundo...tenho muita sensibilidade....e as vezes ainda qd me enervam disparo e fico diabolica hehe....tenho 24 anos e n tem sido facil pq depois apanhei uma escoliose...e namoro com uma pessoa que apanhou este ult ano uma depressao pois tomou acido..lsd e a cabeça dele virou toda....mas o pior foi ele ter perdido o apetite sexual....e diz k o perdeu por mulheres...e isto tudo reflecte-me logo pa depressao q tiva a uns anos e tambem emagraço logo nunca passei dos 50 já e da minha estrutura e tb fumo mas tou cada vez a fumar menos...hoje estou com 44 kilos...e depois ouvir as coisas que ele me diz tb não fica nada facil fico mesmo mt tristinha...diz que sou mt linda...mas que sou melhor q ele e que ele nao e homem para mim e nao me quer fazer sofrer e que gosta de mim mas n tem apetite sexual entao pensa que tb já nao me ama...olhem bem ele ta cuma depressao digamos que a cabeça dele nao para ne? nem a dormir...tem mts pesadelos... desculpem se nao espliquei bem a m situação mas já é tanta coisa....e so queria paz...neste momento vou entrar pa fisioterapia por causa da escoliose, faço natação (as x falto n tenho vontade) e ando na akunpuntura tambem o que me alivia muito stress...Obrigado pela atenção * as vezes ainda fico muito nervosa...

Voltar para “Campos de Acção, Modelos e Exercício”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante