[Serie] In Treatment

A partir da articulação das principais correntes da Psicologia e das dimensões psíquicas e comunicacionais idiossincráticas, pretende-se a elaboração de uma abordagem das relações entre arte, cultura, psicologia e desenvolvimento humano.

Moderadores: AbLaZe, Liliana Costa

ameliedoux
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 41
Registado: sexta nov 21, 2008 6:03 pm

[Serie] In Treatment

Mensagempor ameliedoux » sábado jan 03, 2009 2:31 pm

Esta série é ENORME!

vou roubar uma review (o autor que me desculpe lol) dum forum que encontrei e em que falam da série, escrito por quem nao é da área (julgo)
Meu Deus! Que série!

Comecei a ver um pouco a medo e sem saber muito bem para o que ia, mas bastou-me um único episódio para ficar convencido.

A maneira como a história é desenvolvida e como a vida do terapeuta e dos pacientes se vai interligando é excelente. As relações humanas são a parte mais importante da série e a maneira como são expostas chega mesmo a impressionar às vezes. Pode até parecer estúpido, mas, por vezes, até parece que somos nós que estamos sentados naquele sofá a fazer terapia...

Textos soberbos com interpretações ainda melhores. Gabriel Byrne, Melissa George ( ), Blair Underwood, Dianne Wiest, Michelle Forbes... Há muito tempo que não se via um elenco tão bom assim.

Confesso que, de início, pode-se precisar de um pouco mais de esforço para assisti-la, mas isso é até entrarmos dentro das histórias das personagens. Ali a partir da 4ª, 5ª semana a série rebenta e torna-se altamente viciante.

Em relação ao final, gostei (apesar do episódio em si poder ser um bocado melhor), mas não quero nada que acabe por aqui... Preciso da minha consulta diária ... Há ainda muito por onde se pegar, as histórias terminaram de maneira relativamente aberta. E se a versão israelita teve direito a uma segunda temporada, então o autor deve ainda ter mais histórias para contar. Espero que a HBO não cancele (apesar das péssimas audiências... )...

Aconselho vivamente. É uma daquelas obras-primas que não se devem perder.


o formato da série é quase em tempo real. em cada dia da semana ha um paciente diferente (ou melhor, ha mais, mas só nos é contada a historia de um de cada dia) e é-nos dada a possibilidade de acompanhar o desenvolver de cada caso.
acho que, entre """nós""" nao ira acontecer muito o que muitas vezes leio em relaçao a esta serie: que é uma seca por ser so dialogos e se passar tudo no mesmo local. mas a verdade é que os textos prendem facilmente e a determinada altura surgem tantas questoes que... pronto, ja nos viciamos. :lol: e so nos apetece saltar para a semana seguinte para ver que nós irão ser desatados (nao saltem episodios, pq as historias dos pacientes tmb se cruzam)

esta serie vale bem a pena. nao sei se passou ou vira a passar. podem encontra-la na net ou na secção import da fnac (julgo ja a ter visto por la). ou em outros casos, recorrer ao download (desaconselhado pq cada vez q sacam algo, um gatinho morre algures.)

links
http://en.wikipedia.org/wiki/In_Treatment
http://www.tv.com/in-treatment/show/687 ... ts;title;1
http://cantinhodatv.diskoballs.org/viewtopic.php?t=1695
Ana Rita
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1794
Registado: terça ago 31, 2004 1:44 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor Ana Rita » domingo jan 04, 2009 1:20 pm

Pelo que ouvi, cada dia da semana há um paciente diferente e no final da semana é o próprio terapeuta que está a fazer a sua terapia. Também ouvi falar bem da série e tenho aguardado pois deve demorar mais algum tempo a chegar a Portugal.
Se caíres sete vezes, levanta-te oito.
Claudio V
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 217
Registado: sábado jul 05, 2008 12:02 am
Localização: Leiria / Coimbra
Contacto:

Mensagempor Claudio V » terça jan 06, 2009 1:18 pm

Já vi a 1ª season e recomendo, principalmente a quem se interessa pela perspectiva dinâmica. Aguardo que seja feita a 2ª season :wink:
"Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais. Somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos. Somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos, sem querer." Sigmund Freud
ameliedoux
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 41
Registado: sexta nov 21, 2008 6:03 pm

Mensagempor ameliedoux » terça jan 06, 2009 1:26 pm

Ana Rita Escreveu:Pelo que ouvi, cada dia da semana há um paciente diferente e no final da semana é o próprio terapeuta que está a fazer a sua terapia. Também ouvi falar bem da série e tenho aguardado pois deve demorar mais algum tempo a chegar a Portugal.
sim.
está nomeada para os golden globe awards na categoria, entre váras, de melhor série e melhor actor principal (gabriel byrne - o psiquiatra).
AbLaZe
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1498
Registado: sexta jun 01, 2007 12:27 pm
Localização: Neverland

Mensagempor AbLaZe » terça jan 06, 2009 1:38 pm

Gabriel Byrne na personagem de um psiquiatra. Despertou-me a curiosidade, sem dúvida!
Vi Veri Veniversum Vivus Vici
Claudio V
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 217
Registado: sábado jul 05, 2008 12:02 am
Localização: Leiria / Coimbra
Contacto:

Mensagempor Claudio V » terça jan 06, 2009 9:00 pm

Psiquiatra?
"Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais. Somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos. Somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos, sem querer." Sigmund Freud
AbLaZe
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1498
Registado: sexta jun 01, 2007 12:27 pm
Localização: Neverland

Mensagempor AbLaZe » terça jan 06, 2009 11:51 pm

Claudio V Escreveu:Psiquiatra?


Ah! Desculpem! Deixei-me levar pelo post anterior.

Gabriel Byrne, na personagem de um psicoterapeuta!

Está corrigido. :mrgreen:

PS- Ehehe... Ainda ontem revi, pela quinta vez, The Usual Suspects. Tão porreiro!
Vi Veri Veniversum Vivus Vici
Claudio V
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 217
Registado: sábado jul 05, 2008 12:02 am
Localização: Leiria / Coimbra
Contacto:

Mensagempor Claudio V » quarta jan 07, 2009 12:28 am

Já me estavam a deixar confuso.. :)
"Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais. Somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos. Somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos, sem querer." Sigmund Freud
AbLaZe
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1498
Registado: sexta jun 01, 2007 12:27 pm
Localização: Neverland

Mensagempor AbLaZe » quinta jan 08, 2009 5:36 pm

As animosidades foram eliminadas.
Peço respeito ou os próximos posts também serão alvo de censura.
Vi Veri Veniversum Vivus Vici
ameliedoux
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 41
Registado: sexta nov 21, 2008 6:03 pm

Mensagempor ameliedoux » sexta jan 09, 2009 4:58 pm

Claudio V Escreveu:Psiquiatra?

sim, qual o espanto? (será desta que vai responder?)
Claudio V
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 217
Registado: sábado jul 05, 2008 12:02 am
Localização: Leiria / Coimbra
Contacto:

Mensagempor Claudio V » sexta jan 09, 2009 5:57 pm

Vamos lá ver se desta vez a coisa corre melhor...
Eu simplesmente fiz uma questão - "Psiquiatra?" - com o intuito de obter uma resposta no sentido se o personagem era de facto psiquiatra ou não. Nada mais. Não percebo o "qual o espanto?" na sua questão visto que eu não utilizei pontuação como "Psiquiatra?!?!". Limitei-me a fazer uma pergunta (que não sabia que ia levantar tanta polémica).
Contudo, agora no auge da minha curiosidade, gostaria que colocasse aqui os argumentos em defesa da sua opinião (que o personagem é psiquiatra!!! e não psicólogo).
Aguardo.
"Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais. Somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos. Somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos, sem querer." Sigmund Freud
Ana Rita
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1794
Registado: terça ago 31, 2004 1:44 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor Ana Rita » sexta jan 09, 2009 7:27 pm

Parece que vais ter muito trabalho por aqui Ablaze, não te dão descanso :wink:
Se caíres sete vezes, levanta-te oito.
ameliedoux
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 41
Registado: sexta nov 21, 2008 6:03 pm

Mensagempor ameliedoux » sexta jan 09, 2009 7:52 pm

Claudio V Escreveu:Vamos lá ver se desta vez a coisa corre melhor...
Eu simplesmente fiz uma questão - "Psiquiatra?" - com o intuito de obter uma resposta no sentido se o personagem era de facto psiquiatra ou não. Nada mais. Não percebo o "qual o espanto?" na sua questão visto que eu não utilizei pontuação como "Psiquiatra?!?!". Limitei-me a fazer uma pergunta (que não sabia que ia levantar tanta polémica).
Contudo, agora no auge da minha curiosidade, gostaria que colocasse aqui os argumentos em defesa da sua opinião (que o personagem é psiquiatra!!! e não psicólogo).
Aguardo.

Em pelo menos 3 episódios (do piloto, da ginasta e da anestesista) os pacientes, ao manifestarem "transferência", referem-se à formação do psicoterapeuta usando termos como "medical doctor", "med school". Na primeira sessão com a Gina, eles falam dos tempos de faculdade, onde uma vez mais se referem à escola de medicina. O pai da ginasta dirige-se a ele enquanto psiquiatra (a mãe também) com o termo "shrink" e outras vezes directamente como "psychiatrist", entre outros personagens (como o pai do piloto e a ginasta, quando lê um dos diplomas afixados na parede).

São várias as referências. Suponho que, tendo-lhe tanta coisa escapado, que o erro só possa ser imputado à tradução. Lost in translation :lol:.

E já agora, permita-me uma vez mais corrigi-lo (isto torna-se aborrecido, sempre a corrigir um suposto mestrando :roll:) quando diz que é a minha opinião: não é. São factos. Isto não é o Lost em que cada um tem as suas teorias.

Disponha,

8)
Claudio V
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 217
Registado: sábado jul 05, 2008 12:02 am
Localização: Leiria / Coimbra
Contacto:

Mensagempor Claudio V » sexta jan 09, 2009 10:58 pm

ameliedoux Escreveu:[E já agora, permita-me uma vez mais corrigi-lo (isto torna-se aborrecido, sempre a corrigir um suposto mestrando :roll:)


Você não aprende hein? 8)
Fique lá com a sua opinião que eu fico com a minha. Ficamos os dois felizes. Talvez um dia, quando tiver outra postura, podemos voltar a debater este assunto. Por agora quero poupar os moderadores a voltarem a apagar mensagens por se iniciar uma nova discussão.
The End :wink:
"Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais. Somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos. Somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos, sem querer." Sigmund Freud
AbLaZe
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1498
Registado: sexta jun 01, 2007 12:27 pm
Localização: Neverland

Mensagempor AbLaZe » sexta jan 09, 2009 11:30 pm

Obrigada! 8)
Vi Veri Veniversum Vivus Vici
ameliedoux
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 41
Registado: sexta nov 21, 2008 6:03 pm

Mensagempor ameliedoux » sábado jan 10, 2009 1:56 pm

Claudio V Escreveu:
ameliedoux Escreveu:[E já agora, permita-me uma vez mais corrigi-lo (isto torna-se aborrecido, sempre a corrigir um suposto mestrando :roll:)


Você não aprende hein? 8)
Fique lá com a sua opinião que eu fico com a minha. Ficamos os dois felizes. Talvez um dia, quando tiver outra postura, podemos voltar a debater este assunto. Por agora quero poupar os moderadores a voltarem a apagar mensagens por se iniciar uma nova discussão.
The End :wink:

Então não estamos a discutir a série agora?

Opiniões são diferentes de factos.
Por exemplo, é um facto que não tomas atenção a pormenores importantes. Uma opinião seria, por exemplo, eu achar que a atenção aos detalhes deve ser uma característica de qualquer bom psicoterapeuta (e supoho que já saibas que a psicoterapia não é um domínio exclusivo da psicologia... não te espantes novamente!!!).
Outro facto é que foges às questões principais e preferes argumentos ad hominem (este vais ter mesmo de ir ao google, que eu não estou para te explicar tudo... :roll: ) Uma opinião seria eu achar que tu simplesmente não tens argumentos e falas sem saber (e isto remeteria para aquela questão dos típicos portuguesinhnhinhinhinhos), a qual tanta celeuma lhe causou, provavelmente (opinião) por se identificar com ela). Opinião seria igualmente que tal medo reflecte uma enorme cobardia em discutir o tema, que ainda não o vi falar dele sequer nos vários posts q fez, preferindo os ataques pessoais. Até os consentiria, não fosse o caso de serem tão estéreis. Embrulhe-os em argumentos válidos, demonstr um mínimo de inteligência porque, a manter esse seu registo mais vale chamar-me logo filha da outra e pronto, demonstra inequivocamente o seu carácterzinhinhinhinho.

Com vê, com estes simples exemplos fui capaz de lhe mostrar (claramente e definitivamente, espero) que opinião difere de facto. E para nos mantermos no tema, diga-me lá a sua opinião (ou factos, se os tem) para tal admiração por o psicoterapeuta ser psiquiatra?

Inteiramente ao seu dispor para qualquer questão profissional,
8)
AbLaZe
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1498
Registado: sexta jun 01, 2007 12:27 pm
Localização: Neverland

Mensagempor AbLaZe » sábado jan 10, 2009 11:12 pm

ameliedoux, já ficou claro o tom com que o Claudio V fez a pergunta. Apenas lhe escapou o facto do psicoterapeuta ter formação médica e não ser um psicólogo. Ninguém pôs em causa a prática da Psicoterapia pelos psiquiatras.
Vi Veri Veniversum Vivus Vici
Claudio V
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 217
Registado: sábado jul 05, 2008 12:02 am
Localização: Leiria / Coimbra
Contacto:

Mensagempor Claudio V » domingo jan 11, 2009 12:34 am

Agradeço a sua intervenção Ablaze para a síntese do meu raciocínio (torna-se cansativo tentar transmitir uma ideia mais do que uma vez em vão). Quiçá, desta vez não ocorra um flash...
"Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais. Somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos. Somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos, sem querer." Sigmund Freud
leonardorosa
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 552
Registado: quarta mai 10, 2006 4:13 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor leonardorosa » domingo jan 11, 2009 6:12 pm

hum... parece-me que há demasiado tempo livre por aqui (just kiddin) :)

Voltar para “Arte, Cultura e Psicologia”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes