Teoria Geral da Estupidez Humana

A partir da articulação das principais correntes da Psicologia e das dimensões psíquicas e comunicacionais idiossincráticas, pretende-se a elaboração de uma abordagem das relações entre arte, cultura, psicologia e desenvolvimento humano.

Moderadores: AbLaZe, Liliana Costa

vectrapc
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1382
Registado: domingo mai 08, 2005 9:10 pm
Localização: lisboa

Teoria Geral da Estupidez Humana

Mensagempor vectrapc » quinta fev 19, 2009 12:23 am

Já alguém aqui leu este livro?
Devo confessar que o achei ironicamente divertido, realmente a estupidez é uma ferramenta bastante comum que se encontra que muitos dos elementos da espécie humana.
Assistir às repercussões que a mesma tem na sociedade e fica impossível esboçar um sorriso, de gozo, dor ou sarcasmo...

Deixo-vos com a contracapa para quem não conhece.

"Será a estupidez um bem?
Ou será apenas uma necessidade prática não só da vida moderna como de todos os tempos passados e futuros?
Além disso, poder-se-ia acabar com a estupidez sem que daí viesse mal ao mundo?

O autor, psicólogo clínico e assistente universitário, insurge-se contra as correntes de opinião que, estupidamente, procuram esconjurar a estupidez. Adoptando uma postura claramente estupidóloga, apoiado nas mais recente investigações e métodos científicos, proclama que a estupidez entre várias vantagens:

-faz ganhar tempo
-evita ataques cardíacos
-evita depressões e angústias
-está associada ao sucesso profissional

Adoptando uma perspectiva psicológica, o autor, ao contrário da abordagem histórica de Cipolla no seu "Allegro ma non troppo", considera que a estupidez não é a ausência de inteligência mas resistência activa à inteligência e por isso deve ser caracterizada positivamente.

A estupidez está difundida em tal grau que não poderia ser devida à simples geração episódica e acidental de intelectos desnutridos. Pelo contrário, a exuberância dos fenómenos estupidológicos, a sua extrema variedade, a riqueza das suas realizações ou a elegância dos seus refinamentos, tudo nos faz encontrar na estupidez mais, muito mais do que uma vacuidade, uma ausência de inteligência"
Claudio V
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 217
Registado: sábado jul 05, 2008 12:02 am
Localização: Leiria / Coimbra
Contacto:

Mensagempor Claudio V » quinta fev 19, 2009 10:16 am

Sinto-me vá... estupidificado 8)
"Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais. Somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos. Somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos, sem querer." Sigmund Freud
leonardorosa
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 552
Registado: quarta mai 10, 2006 4:13 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor leonardorosa » quinta fev 19, 2009 11:35 am

O livro deve ser bem giro... ... ... ia fazer uns comentários infâmes mas é melhor não... 8)
vectrapc
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1382
Registado: domingo mai 08, 2005 9:10 pm
Localização: lisboa

Mensagempor vectrapc » quinta fev 19, 2009 12:26 pm

8) Acho que o gangue dos óculos de sol diz tudo...nem são precisos comentários :D

Voltar para “Arte, Cultura e Psicologia”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante