A perigosa moda sexual do ‘stealthing’

A- A A+
A perigosa moda sexual do ‘stealthing’

Fonte: Correio da Manhã
Data: 2017-04-24

O fenómeno começou a ser estudado depois de um caso ter dado que falar na Suíça. Um homem conheceu uma mulher na aplicação Tinder, os dois marcaram um encontro e tiveram relações sexuais. Durante o ato a mulher reparou que o parceiro tinha retirado o preservativo sem a avisar e sem esta dar consentimento. O homem acabou por ser condenado por violação, na primeira vez em que um caso semelhante foi julgado como tal. Agora, têm surgido mais e mais casos e o fenómeno, apelidado de ‘stealthing’ (em português, dissimulação), foi objeto de estudo de uma investigadora da prestigiada universidade de Yale, nos EUA.

Alexandra Brodsky, que publicou o estudo no Columbia Journal of Gender and Law, argumenta que se está "perante um cenários de violência de género", que constitui violação de várias leis civis e criminais. A advogada explica que quis investigar o fenómeno que se está a tornar moda ao perceber que muitas amigas "sofriam maus-tratos às mãos dos companheiros no âmbito das relações sexuais, mas que as agressões não eram reconhecidas no espectro comum da violência de género, baseando-se sim na misoginia e falta de respeito".

 

 Ler notícia completa