PUB


Mãe, Tenho medo!': como lidar com os receios infantis, idade a idade

A- A A+
Mãe, Tenho medo!

Fonte: Activa
Data: 2017-11-15

Leonardo é uma criança risonha e sociável de ano e meio e nada faria pensar que, quando os pais pararam o carro para dar boleia a um amigo, o nível de decibéis se tornaria quase insuportável. Problema: o amigo – barbudo para ‘ajudar’ à festa – entrou no carro e sentou-se ao lado da sua cadeirinha. Foi o suficiente para provocar uma tal crise de choro e berros ensurdecedores que fez com que houvesse uma rápida troca de lugares 50 metros mais à frente. Estranho? Nada, a reação do pequeno Leonardo foi absolutamente normal, afinal aquele barbudo não lhe era nada familiar e o medo de estranhos é típico desta idade.

Esta emoção faz parte da nossa natureza, é ela que ativa os sinais de alerta do nosso corpo quando nos deparamos com algum perigo – fugimos ou enfrentamos a ameaça? – e o curioso é que os ditos medos ‘normais’ da infância são universais e ocorrem, quase sem exceção, na mesma faixa etária, independentemente da nacionalidade, religião, estatuto social ou sexo, fazendo parte do desenvolvimento psicológico de todas as crianças. Falámos com Maria João Silva, psicóloga do PIN - Progresso Infantil, para nos explicar os medos mais comuns das crianças.

 

 Ler notícia completa