PUB


No divã do Facebook

A- A A+
No divã do Facebook

Fonte: Público
Data: 2017-06-11

O Woebot foi lançado comercialmente esta semana, a mesma em que é publicado um estudo da autoria de um grupo de investigadores daquela universidade (incluindo, ressalve-se, a psicóloga Alison Darcy, agora CEO da empresa por detrás do robô). A pesquisa sugere que os utilizadores deste software revelam melhorias dos sintomas de depressão após duas semanas de uso, comparados com outros voluntários a quem foi recomendada a leitura de um livro sobre aquele distúrbio.

Apesar dos resultados positivos, o Woebot ainda tem um alcance limitado. Na sua versão actual, dirige-se sobretudo a jovens adultos com sintomas de depressão e ansiedade. E se o robô bate os seus colegas humanos ao estar disponível 24 horas por dia e sete dias por semana, não se espere que as consultas funcionem da mesma forma. Adoptando princípios de terapia cognitivo-comportamental, o Woebot vai disparando frases pré-redigidas, bem como vídeos, à medida que analisa o discurso dos pacientes. Não há, portanto, viagens até à infância ou conselhos que possam mudar uma vida. Mas o pouco que faz, aparentemente funciona.

 

 Ler notícia completa