PUB


Viver perto de estradas com muito trânsito aumenta risco de demência

A- A A+
Viver perto de estradas com muito trânsito aumenta risco de demência

Fonte: Expresso
Data: 2017-01-05

Um novo estudo científico associa o facto de se viver na proximidade de estradas muito movimentadas ao risco de sofrer demência. Segundo a pesquisa conduzida no Canadá pelo epidemiologista Hong Chen, a contaminação provocada pelos automóveis pode ser uma das explicações para aquele que é um dos mais sérios problemas de saúde mental em todo o mundo – mais de 47 milhões de pessoas sofrem de demência na atualidade, estimando a Organização Mundial de Saúde que se chegue a 135 milhões de casos em 2050.

O estudo, publicado esta quinta-feira na revista “The Lancet”, é o resultado de uma pesquisa realizada ao longo de dez anos e revela que os habitantes a morarem em casas a menos de 50 metros de vias com muito trânsito apresentam um risco de sofrer de demência 7% superior aos residentes em residências a mais de 300 metros dessas vias.

Os dados podem não ser conclusivos mas são preocupantes, consideram vários especialistas. Ao longo da pesquisa, os investigadores acompanharam o estado de saúde dos cerca de 6,6 milhões de habitantes na província de Ontário, a mais povoada do Canadá, e que inclui as cidades de Otava e Toronto. Seguiram pessoas com idades compreendidas entre os 20 e os 85 anos, tendo registado 243.611 casos de demência entre 2001 e 2012. De acordo com a análise das suas moradas, concluiram que o risco desce em função da distância da habitação: é 4% superior para quem vive entre 50 e 100 metros distanciado do trânsito e 2% no caso de se viver entre 101 e 200 metros dessas estradas.

 

 Ler notícia completa