Acção Judicial Contra Ordem dos Psicólogos

A regulação e regulamentação da formação e do exercício da psicologia em Portugal. A acreditação e certificação. A organização da classe profissional. Os direitos e deveres laborais. As organizações representativas. A identidade e a imagem dos Psicólogos.

Moderador: Cristina

Jomjo
Membro Iniciante
Membro Iniciante
Mensagens: 21
Registado: sábado jan 23, 2010 12:45 am

Acção Judicial Contra Ordem dos Psicólogos

Mensagempor Jomjo » sexta jun 18, 2010 3:40 pm

Mais de 40 colegas avançam com uma acção judicial contra a ordem dos psicólogos por lhes ter sido barrada a inscrição como membros efectivos, inclusivamente impedidos de participarem nas primeiras eleições.

Ainda aceitam inscrições para a acção, por isso se alguém estiver "ligeiramente incomodado" com o facto de lhe ter sido retirado o título profissional de psicólogo e anulado o seu acesso à profissão, pelo facto de não ter tido 18 meses de trabalho na área (e porque nas repúblicas das bananas a Constituição é mero conjunto de papéis para inglês ver), ainda pode alistar-se e beneficiar do facto dos custos serem repartidos.

Só considero ser possível escamotear a questão a quem não tenha custeado a sua própria licenciatura ou mestrado integrado. Contudo, e ainda que dignidade profissional e pessoal seja coisa de coleccionador hoje em dia, justificar aos pais (a fonte mais habitual de investimento) que se tenha deixado de ser psicólogo não deve ser fácil... (para eles).

Defenda-se aquilo que é nosso e poderemos manter a cabeça erguida o resto das vossas vidas.

Informação aqui:
http://www.continuopsicologo.blogspot.com/
e aqui
http://www.ipetitions.com/petition/continuopsicologo/
sinha.guedes
Psicólogo Registado (BR)
Psicólogo Registado (BR)
Mensagens: 36
Registado: sexta jun 26, 2009 1:13 pm
Localização: PORTO
Contacto:

Estou farta de tudo isso...

Mensagempor sinha.guedes » quinta jun 24, 2010 2:58 pm

DESABAFO: Estou a começar ficar farta DE TUDO ISSO... se não é o facto de nunca ser seleccionada para trabalhar na área ( apesar dos meus 16 valores do fim de curso, emitidos pela Universidade do Porto), nem através de um estágio, no qual luto a anos atrás de um, e nem através do exercício profissional regular, como tbm, não arrumo emprego por ser licenciada ( e tenho que estar a omitir, andando pra cima e para baixo com 2 currículos, um tendo apenas 12º ano), agora vivo com um fantasma de uma ORDEM DE PSICOQUALQUER, que vem me dizer que eu não posso me considerar psicóloga, por não preencher os requisitos que eles impõem a mim mesma, de forma ditatorial, fazendo-me sentir um estrume de vaca, por ter dado 5 anos da minha vida, para nada! Além do mais, o valor de 180 euros, se não estou equivocada, é abusivo e fora da realidade. É somente os psicólogos que sabem, ou o nosso país não sabe do índice de desemprego em nossa classe? Caros colegas, a mim, ninguém diz que eu não sou psicóloga, nem o meu histórico profissional, NEM NADA! Não me sujeito a isso! LAMENTÁVEL. Obrigada.
Última edição por sinha.guedes em quinta jun 24, 2010 3:11 pm, editado 2 vezes no total.
Psicóloga, formadora (c/ C.A.P) e técnica RVC
-------------------------------------------------
http://continuopsicologo.blogspot.com/2 ... sinar.html
sinha.guedes
Psicólogo Registado (BR)
Psicólogo Registado (BR)
Mensagens: 36
Registado: sexta jun 26, 2009 1:13 pm
Localização: PORTO
Contacto:

Vale salientar...

Mensagempor sinha.guedes » quinta jun 24, 2010 3:02 pm

... tenho 15 meses de estágio curricular em uma instituição não-governamental, com um comprovativo, que pelo visto, não servirá para nada!
Psicóloga, formadora (c/ C.A.P) e técnica RVC

-------------------------------------------------

http://continuopsicologo.blogspot.com/2 ... sinar.html
sir
Membro Regular
Membro Regular
Mensagens: 74
Registado: sábado mar 13, 2004 2:57 pm

Re: Estou farta de tudo isso...

Mensagempor sir » sexta jun 25, 2010 1:07 pm

sinha.guedes Escreveu:DESABAFO: Estou a começar ficar farta DE TUDO ISSO... se não é o facto de nunca ser seleccionada para trabalhar na área ( apesar dos meus 16 valores do fim de curso, emitidos pela Universidade do Porto), nem através de um estágio, no qual luto a anos atrás de um, e nem através do exercício profissional regular, como tbm, não arrumo emprego por ser licenciada ( e tenho que estar a omitir, andando pra cima e para baixo com 2 currículos, um tendo apenas 12º ano), agora vivo com um fantasma de uma ORDEM DE PSICOQUALQUER, que vem me dizer que eu não posso me considerar psicóloga, por não preencher os requisitos que eles impõem a mim mesma, de forma ditatorial, fazendo-me sentir um estrume de vaca, por ter dado 5 anos da minha vida, para nada! Além do mais, o valor de 180 euros, se não estou equivocada, é abusivo e fora da realidade. É somente os psicólogos que sabem, ou o nosso país não sabe do índice de desemprego em nossa classe? Caros colegas, a mim, ninguém diz que eu não sou psicóloga, nem o meu histórico profissional, NEM NADA! Não me sujeito a isso! LAMENTÁVEL. Obrigada.


Tem toda a razão, completamente solidário consigo , um abraço

Voltar para “Regulamentação, Exercício e Identidade Profissional”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 4 visitantes