"Pérolas" da (des)regulamentação da Psicologia PT

A regulação e regulamentação da formação e do exercício da psicologia em Portugal. A acreditação e certificação. A organização da classe profissional. Os direitos e deveres laborais. As organizações representativas. A identidade e a imagem dos Psicólogos.

Moderador: Cristina

Cognitum
Membro Habitual*
Membro Habitual*
Mensagens: 154
Registado: sexta set 19, 2003 10:32 am

"Pérolas" da (des)regulamentação da Psicologia PT

Mensagempor Cognitum » quarta mar 12, 2008 11:11 am

Viva a todos,

Depois de tantos casos e evidências lamentáveis em matéria de regulação e regulamentação do exercício profissional da Psicologia em Portugal - algo que não é novidade para ninguém presumo - lembrei-me de fazermos em conjunto uma espécie de "roteiro" das irregularidades que afectam a nossa profissão / classe profissional.

Convido todos, assim, a colocarem aqui as situações das quais tiveram conhecimento e relativamente às quais tenham elementos que permitam fundamentar a sua veracidade.

Abraço a todos!
Última edição por Cognitum em quarta mar 12, 2008 11:18 am, editado 2 vezes no total.
Cognitum
Membro Habitual*
Membro Habitual*
Mensagens: 154
Registado: sexta set 19, 2003 10:32 am

Mensagempor Cognitum » quarta mar 12, 2008 11:17 am

[SITUAÇÃO nº 1]

Começo por apresentar uma pérola:

A emissão da CARTEIRA PROFISSIONAL DE PSICÓLOGO a outros profissionais que não licenciados em Psicologia por cursos homologados pelo Ministério do Ensino Superior.

Sei de fonte segura que foi atribuída a Carteira Profissional com este estatuto a licenciados em Psicopedagogia Curativa e a licencidos em Ciências da Educação. Devem existir mais casos certamente...

Seja o Ministério do Trabalho, (ex) IDICT ou a nova ACT - Autoridade para as Condições do Trabalho, quem tem responsabilidades a este nível afinal?! Quem Emite, quem Fiscaliza, quem Regulamenta e quem é Penalizado?

Que bandalheira é esta em que vivemos?
Faça-se algo!

Tópicos recomendados:

- http://www.psicologia.com.pt/forum/viewtopic.php?t=3395
- http://www.psicologia.com.pt/forum/viewtopic.php?t=154
- http://www.psicologia.com.pt/forum/viewtopic.php?t=3289
NunoF
Membro Guru
Membro Guru
Mensagens: 1328
Registado: segunda jul 02, 2007 9:04 pm
Localização: Pizzaria

Mensagempor NunoF » quarta mar 12, 2008 2:33 pm

Lamentável.

Já agora um trabalhador do Call Center merece também ter uma carteira profissional. :lol: :lol:
Vendo pizzas congeladas :D
Cristina Silva
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 800
Registado: quinta out 25, 2007 9:52 am

Mensagempor Cristina Silva » quarta mar 12, 2008 6:23 pm

Bom tópico Cognitum, darei a minha contribuição logo que possa.


Saudações
Cristina Silva
Sérgio Caldas
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 7
Registado: sábado mar 22, 2008 1:27 am

Mensagempor Sérgio Caldas » sábado mar 22, 2008 2:02 am

Saudações a todos!

Bom tópico, mal me registei foi logo minha intenção procurar algo assim, para poder "desabafar"...

Tenho conhecimento de uma situação, por acaso de uma pessoa muito próxima, que praticamente "atropela" 2 Cursos , o de Psicologia do Trabalho e o de Recursos Humanos!!

Então é assim: uma amiga, enquanto tirava o Curso de Engenharia Metalúrgica (penso...), teve alguns empregos, um deles como Operadora de Call-Center, numa empresa de Trabalho Temporário que seleccionava operadoras para a TMN. Como foi ficando lá e outras saindo, acabou por ser convidada para ser Chefe de Equipa (até aí tudo bem!) e, devido ao Grau Académico entretanto obtido e à experiência, acabou por ficar com um dos principais lugares daquele sector da empresa, onde coordena toda a equipa que trabalha no Call-Center da TMN, no Porto, estando responsável por assuntos contractuais, processamento de salários e, pasme-se, ENTREVISTAS DE RECRUTAMENTO, AVALIAÇÃO E SELECÇÃO!!

Relembro: esta minha amiga é Licenciada em Engenharia!!

Pelo contrário, eu sou Psicólogo das Organizações e do Trabalho e trabalho como Administrativo numa Repartição Pública, tendo terminado o Curso há 3 anos e não tendo ainda colocação!!

Bem sei que pertencer ao Quadro da Função Pública e, especialmente, a precariedade do emprego privado faz com que me seja difícil aventurar muito, mas a situação da minha amiga é revoltante! Eu bem brinco com ela, mas ela também me responde que não se vai despedir por causa disso, e tem razão!

Mas alguém devia regulamentar estas situações, atá entendo que seja difícil separar algumas situações, como Gestor de Recursos Humanos e Psicólogo do trabalho, mas isto é um exagero!

Voltar para “Regulamentação, Exercício e Identidade Profissional”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 4 visitantes