+ de 14500 Psicólogos registados

A regulação e regulamentação da formação e do exercício da psicologia em Portugal. A acreditação e certificação. A organização da classe profissional. Os direitos e deveres laborais. As organizações representativas. A identidade e a imagem dos Psicólogos.

Moderador: Cristina

yara
Membro Guru
Membro Guru
Mensagens: 2416
Registado: sábado jul 15, 2006 1:50 am

Mensagempor yara » terça mar 02, 2010 3:26 am

asilvestre Escreveu:Na minha opinião formador é diferente de psicólogo. Eu enquanto psicóloga, apenas, não posso dar formação uma vez que não me foi atribuida a equivalência ao CAP. Portanto, para se ser formador é necessário um outro curso (formação de formadores).

Contudo, estou solidária com os colegas que só têm experiência na área da formação, isto se a formação que derem for na área da psicologia.


Sim, é necessário o CAP e o curso de formaçao de formadores para se dar formação mas esse é um curso que qualquer pessoa pode tirar e depois dá formaçao na sua área de base (tirei a Formaçao de Formadores com arquitectos, engenheiros, enfermeiros, Tecnicos Oficiais de Contas, cabeleireiras) e cada um tinha a ideia de dar formaçao na sua área de base...

Entao uma pessoa pode ser formadora e trabalhar na área da Psicologia...
sandraF
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 391
Registado: sexta dez 21, 2007 3:47 pm

Mensagempor sandraF » terça mar 02, 2010 9:53 am

Pelo que dizia no site da ordem ... os docentes e investigadores também têm que estar inscritos na ordem. E não me venham com tretas ... porque eu tive professores que só se dedicam ao ensino/formação e investigação. Não dão consultas, nem estão interessados ... o problema que se coloca é que muitos colegas no fórum insistem em achar que só os psicólogos que dão consultas na área da educação/clínica é que têm o direito de ver a sua experiência reconhecida pela ordem. Não acho que deva ser assim, até porque a maioria dos meus colegas que exercem clínica se apenas se dedicassem à clínica ... não tinham dinheiro para pagar as contas, nem para comer muitas vezes. Muitas delas têm obrigatoriamente que dar formação aos cefs, módulos de psicologia em cursos profissionais, mediadores de cursos efa, profissionais de RVCC, Técnicos de diagnósticos e encaminhamentos ... entre outros funções não exclusivas de psicólogos. E acredito que se não fosse esta aposta do governo na formação, a classe dos psicólogos estaria bem pior ... não há lugar para todos. Ainda na semana passada alguém se queixava no fórum que só apareciam ofertas de formação ...
psirui
Membro Expert
Membro Expert
Mensagens: 760
Registado: quinta mar 09, 2006 2:21 am

Mensagempor psirui » terça mar 02, 2010 2:05 pm

Eu queria ver era um engenheiro, advogado, médico....que tivesse acabado o curso... e logo a seguir fosse fazer alguma coisa que não tivesse nada que ver com a profissão! Acham que as respectivas ordens os iriam aceitar como membros efectivos, sem terem feito nada dentro das competências sa sua profissão???
Vocês andaram a estudar psicologia para fazerem essas coisas?

Acho muito bem que tenham que fazer um estágio!;)
FUI ROUBADO NO Nº DE MENSAGENS QUE TINHA NO FÒRUM E POR VEZES APAGAM OS MEUS POST´S!!!
asilvestre
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 398
Registado: quinta jun 28, 2007 4:15 pm
Localização: Distrito Viseu

Mensagempor asilvestre » terça mar 02, 2010 2:57 pm

sandraF Escreveu:Pelo que dizia no site da ordem ... os docentes e investigadores também têm que estar inscritos na ordem. E não me venham com tretas ... porque eu tive professores que só se dedicam ao ensino/formação e investigação. Não dão consultas, nem estão interessados ... o problema que se coloca é que muitos colegas no fórum insistem em achar que só os psicólogos que dão consultas na área da educação/clínica é que têm o direito de ver a sua experiência reconhecida pela ordem. Não acho que deva ser assim, até porque a maioria dos meus colegas que exercem clínica se apenas se dedicassem à clínica ... não tinham dinheiro para pagar as contas, nem para comer muitas vezes. Muitas delas têm obrigatoriamente que dar formação aos cefs, módulos de psicologia em cursos profissionais, mediadores de cursos efa, profissionais de RVCC, Técnicos de diagnósticos e encaminhamentos ... entre outros funções não exclusivas de psicólogos. E acredito que se não fosse esta aposta do governo na formação, a classe dos psicólogos estaria bem pior ... não há lugar para todos. Ainda na semana passada alguém se queixava no fórum que só apareciam ofertas de formação ...


Eu não acho que os psicólogos clínicos/educacionais é que são!! Até porque a minha pré-especialização não é nessas áreas.
yara
Membro Guru
Membro Guru
Mensagens: 2416
Registado: sábado jul 15, 2006 1:50 am

Mensagempor yara » terça mar 02, 2010 4:43 pm

psirui Escreveu:Eu queria ver era um engenheiro, advogado, médico....que tivesse acabado o curso... e logo a seguir fosse fazer alguma coisa que não tivesse nada que ver com a profissão! Acham que as respectivas ordens os iriam aceitar como membros efectivos, sem terem feito nada dentro das competências sa sua profissão???
Vocês andaram a estudar psicologia para fazerem essas coisas?


Nada que tivesse a ver com a profissão??????????????????? Que coisas?????????????????????????????????????????????????
Entao os psicólogos que nos dão aulas na universidade não são psicólogos, psirui??????????


Ver se vou lá dizer que têm de dar umas consultas de vez em quando... :lol:
Blackberry
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 237
Registado: terça nov 27, 2007 12:41 pm

Mensagempor Blackberry » terça mar 02, 2010 5:53 pm

psirui Escreveu:Vocês andaram a estudar psicologia para fazerem essas coisas?


Acredite que eu estudei Psicologia e NUNCA foi para exercer em Clinica :wink:
sir
Membro Regular
Membro Regular
Mensagens: 74
Registado: sábado mar 13, 2004 2:57 pm

Mensagempor sir » terça mar 02, 2010 7:59 pm

eu exerço psicologia clinica há alguns anos e nao apareço nas listagens... pode ser que o meu estagiário apareça ;)

continuo a trabalhar como psicologo e a fazer estágio ( para a ordem). Tb qual a diferença? ainda nao tenho idade para me reformar :D

Mais uma vez somos nós a pagar a desordem q anda para aqui

haja saúde
psirui
Membro Expert
Membro Expert
Mensagens: 760
Registado: quinta mar 09, 2006 2:21 am

Mensagempor psirui » terça mar 02, 2010 8:07 pm

Blackberry Escreveu:
psirui Escreveu:Vocês andaram a estudar psicologia para fazerem essas coisas?


Acredite que eu estudei Psicologia e NUNCA foi para exercer em Clinica :wink:


Mas pelo menos faz alguma coisa que esteja relacionada com alguma das áreas que não a clínica! Não?

Porque o que eu não entendo é que haja pessoas que querem ter esse reconhecimento andando a fazer um trabalho que pode ser feito por outra formação qualquer, tipo RVC´s, Formações e coisas associadas!
Depois...acontece que abrem um consultório e nunca viram um paciente na frente!
FUI ROUBADO NO Nº DE MENSAGENS QUE TINHA NO FÒRUM E POR VEZES APAGAM OS MEUS POST´S!!!
psirui
Membro Expert
Membro Expert
Mensagens: 760
Registado: quinta mar 09, 2006 2:21 am

Mensagempor psirui » terça mar 02, 2010 8:09 pm

yara Escreveu:
psirui Escreveu:Eu queria ver era um engenheiro, advogado, médico....que tivesse acabado o curso... e logo a seguir fosse fazer alguma coisa que não tivesse nada que ver com a profissão! Acham que as respectivas ordens os iriam aceitar como membros efectivos, sem terem feito nada dentro das competências sa sua profissão???
Vocês andaram a estudar psicologia para fazerem essas coisas?


Nada que tivesse a ver com a profissão??????????????????? Que coisas?????????????????????????????????????????????????
Entao os psicólogos que nos dão aulas na universidade não são psicólogos, psirui??????????


Ver se vou lá dizer que têm de dar umas consultas de vez em quando...
:lol:



Porque o que eu não entendo é que haja pessoas que querem ter esse reconhecimento andando a fazer um trabalho que pode ser feito por outra formação qualquer, tipo RVC´s, Formações e coisas associadas!
Depois...acontece que abrem um consultório e nunca viram um paciente na frente! E a responsabilidade?

_________________
FUI ROUBADO NO Nº DE MENSAGENS QUE TINHA NO FÒRUM E POR VEZES APAGAM OS MEUS POST´S!!!
Marta Esteves
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 72
Registado: quarta ago 26, 2009 4:49 pm
Contacto:

Mensagempor Marta Esteves » terça mar 02, 2010 9:46 pm

Colega,

Nem toda a gente tem como objectivo abrir um consultório ou dar consultas, no entanto pode exercer psicologia na mesma.
Já dei consultas de Orientação Vocacional (é a minha área) a particulares, já fiz processos em escolas e actualmente sou Técnica de Diagnóstico e Encaminhamento num Centro Novas Oportunidades e considero que a essência do trabalho desempenhado é muito parecido, muda o público alvo, de jovens para adultos e ainda assim aparecem também jovens. Deixo mais de ser psicóloga porque trabalho com outro público e fora de contexto de "consulta"???

Na minha área então se dependesse de ter um ou vários consultórios metade do ano morria à fome porque infelizmente a área de Orientação Escolar tende a ser sazonal :roll:

BTW... Enviei a documentação no último dia e consto dos cadernos eleitorais, acabei o curso em 2002, trabalhei em RH (mas não mandei comprovativo porque a categoria que estava no contrato não tinha nada a ver...), fiz estágio complementar e profissional na área de Orientação e actualmente estou em CNO.
Renata Serra
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 105
Registado: terça abr 04, 2006 9:09 pm
Localização: Porto

Mensagempor Renata Serra » terça mar 02, 2010 10:56 pm

Estou na lista dos membros efectivos e recebi hoje este email:

Caro(a) Sr.(a). Dr.(a),

Vimos por este meio acusar a recepção da sua documentação para efeitos de inscrição na Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP).

O seu processo transitou para a Comissão Técnica de Admissão. Na eventualidade do seu processo se encontrar incompleto, os serviços administrativos entrarão em contacto no sentido de regularizar a situação.

Após o parecer final positivo, por parte da Comissão Instaladora, relativamente à sua candidatura, ser-lhe-à enviada a seguinte documentação:

Certificado de Habilitações original - se enviou fotocópia autenticada, a mesma ficará na Ordem, anexa ao seu processo, não sendo por isso devolvida;
Declaração em como se encontra inscrito(a) na Ordem dos Psicólogos, indicando, para o efeito, o seu número de Cédula Profissional;
Recibo relativo ao pagamento da Inscrição.
Contamos que a partir da data desta mensagem até à recepção dos documentos, acima mencionados, na sua morada, decorra 1 mês.


Este email vem atrasado ou a lista de efectivos ainda vai ser analisada e não é definitiva?

Que DESORDEM!
PSC
Membro Habitual**
Membro Habitual**
Mensagens: 216
Registado: domingo set 06, 2009 9:22 pm

Mensagempor PSC » terça mar 02, 2010 11:20 pm

psirui Escreveu:Eu queria ver era um engenheiro, advogado, médico....que tivesse acabado o curso... e logo a seguir fosse fazer alguma coisa que não tivesse nada que ver com a profissão! Acham que as respectivas ordens os iriam aceitar como membros efectivos, sem terem feito nada dentro das competências sa sua profissão???
Vocês andaram a estudar psicologia para fazerem essas coisas?

Acho muito bem que tenham que fazer um estágio!;)


Bem, hoje vou interagir em duplicado consigo.
Mas só p o informar que outras ordens permitem o acesso à profissão de profissionais de cursos análogos, bastando para isso um estágio na área.

Não me cabe a mim avaliar tais opções.
Mas pensando no 'nosso' caso seria o mesmo que na OPP serem admitidos os tais psicopedagogos e Lic. doutras áreas com especializações algures nas temáticas de psicologia.

Não foi para isso que se lutou pela OPP!!
Aliás consta nos actuais termos da OPP uma clara oposição a essas situações.
Logo, não vamos chamar os outros só p o que nos convém pq nem são situações equiparadas.
Cada Ordem tem as suas opções. Mas lembro-lhe apenas que esta não é a Ordem dos Psicólogos Clínicos Portugueses, etc. É a Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Isto para concluir que se para se poder exercer a docência e investigação na área de Psicologia tem de se ser reconhecido como Psicólogo, e portanto especialista nos temas que lhe cabem.
Então é válido o reconhecimento de tais actividades. Nem que fosse por um caso de congruência!

Quanto a quem mencionou que p se ser formador(a) há que tirar outro curso, etc.
Bem isso é de todo um lapso seu! Vou partir do principio que não foi falta de informação. Como saberá, muitos dos cursos de psicologia do nosso país dão acesso ao CAP. Porque será?
Será que na nossa formação e prática em termos de dinâmicas e trabalhos com grupo já não estamos também a fazer um pco de formação? formar, capacitar, desenvolver competências...
São conceitos distintos ok, não vamos por aí. Mas em termos práticos andam muito próximos.
Claro que, e não vamos disparatar, o âmbito dum psicólogo não é capacitar para arranjar cabelos ou montar canalizações!
Mas nos temas que ligados às suas competências, quem melhor que um psicólogo? a mim ofende-me é ver outros Lic., por vezes notoriamente sem competências na área, a trabalhar os temas que são claramente de psicologia.
yara
Membro Guru
Membro Guru
Mensagens: 2416
Registado: sábado jul 15, 2006 1:50 am

Mensagempor yara » terça mar 02, 2010 11:44 pm

psirui Escreveu:Porque o que eu não entendo é que haja pessoas que querem ter esse reconhecimento andando a fazer um trabalho que pode ser feito por outra formação qualquer, tipo RVC´s, Formações e coisas associadas!
Depois...acontece que abrem um consultório e nunca viram um paciente na frente! E a responsabilidade?


Sim, algumas coisas podem ser feitas por outra formação qualquer mas outras não...
Se for formaçao em "Gestão do Stress", por exemplo, não é Formação em Psicologia??? ENTAO É EM QUÊ??

Acontece que abrem um consultório???? :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:

E QUEM lhe disse que as pessoas QUEREM abrir um consultório???
EU NAO QUERO!!!!
Nem sempre as nossas aspirações são as dos outros!!! :wink:
PSC
Membro Habitual**
Membro Habitual**
Mensagens: 216
Registado: domingo set 06, 2009 9:22 pm

Mensagempor PSC » terça mar 02, 2010 11:56 pm

yara Escreveu:E QUEM lhe disse que as pessoas QUEREM abrir um consultório???
EU NAO QUERO!!!!
Nem sempre as nossas aspirações são as dos outros!!! :wink:


Psirui vive num mundo onde deve julgar que 100% das pessoas que escolhem psicologia têm algum género de paixão por 'dar consultas'.
Por acaso isso é coisa que não ambiciono e que nunca valorizei propriamente. E como eu conheço muita gente.
Dentro do meu leque de relações pessoais e profissionais, por acaso, a imagem psicólogo=consultas paira mais entre pessoas menos escolarizadas que entre mais escolarizadas ou outros profissionais (amém! :roll: )
psirui
Membro Expert
Membro Expert
Mensagens: 760
Registado: quinta mar 09, 2006 2:21 am

Mensagempor psirui » quarta mar 03, 2010 12:03 am

PSC Escreveu:
yara Escreveu:E QUEM lhe disse que as pessoas QUEREM abrir um consultório???
EU NAO QUERO!!!!
Nem sempre as nossas aspirações são as dos outros!!! :wink:


Psirui vive num mundo onde deve julgar que 100% das pessoas que escolhem psicologia têm algum género de paixão por 'dar consultas'.
Por acaso isso é coisa que não ambiciono e que nunca valorizei propriamente. E como eu conheço muita gente.
Dentro do meu leque de relações pessoais e profissionais, por acaso, a imagem psicólogo=consultas paira mais entre pessoas menos escolarizadas que entre mais escolarizadas ou outros profissionais (amém! :roll: )


Ainda bem! Mais fica... :wink:
FUI ROUBADO NO Nº DE MENSAGENS QUE TINHA NO FÒRUM E POR VEZES APAGAM OS MEUS POST´S!!!
psirui
Membro Expert
Membro Expert
Mensagens: 760
Registado: quinta mar 09, 2006 2:21 am

Mensagempor psirui » quarta mar 03, 2010 12:06 am

yara Escreveu:
psirui Escreveu:Porque o que eu não entendo é que haja pessoas que querem ter esse reconhecimento andando a fazer um trabalho que pode ser feito por outra formação qualquer, tipo RVC´s, Formações e coisas associadas!
Depois...acontece que abrem um consultório e nunca viram um paciente na frente! E a responsabilidade?


Sim, algumas coisas podem ser feitas por outra formação qualquer mas outras não...
Se for formaçao em "Gestão do Stress", por exemplo, não é Formação em Psicologia??? ENTAO É EM QUÊ??

Acontece que abrem um consultório???? :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:

E QUEM lhe disse que as pessoas QUEREM abrir um consultório???
EU NAO QUERO!!!!
Nem sempre as nossas aspirações são as dos outros!!! :wink:


É formação na área da psicologia! Sim!

O problema é que se ha genet como a yara...que não está interessada nem quer fazer clínica...pode haver muito boa gente que o queira fazer!
E depois...se não têm competências?
Como vai ser?
Talvez a Ordem arranje uma solução! :wink:
FUI ROUBADO NO Nº DE MENSAGENS QUE TINHA NO FÒRUM E POR VEZES APAGAM OS MEUS POST´S!!!
yara
Membro Guru
Membro Guru
Mensagens: 2416
Registado: sábado jul 15, 2006 1:50 am

Mensagempor yara » quarta mar 03, 2010 1:24 am

Mas isso não tem nada a ver com o reconhecimento ou não das pessoas na Ordem...
As pessoas podem ter 10 anos de experiencia em clinica, serem reconhecidos logo na Ordem e nao terem competências...

O QUE TEM ISSO A VER COM O ASSUNTO?? Sinceramente, não entendo...
paulojpsilva
Membro Habitual*
Membro Habitual*
Mensagens: 156
Registado: quarta out 21, 2009 12:46 pm

Mensagempor paulojpsilva » quarta mar 03, 2010 4:20 pm

Caros colegas...
mas quem são vocês para julgarem alguém profissionalmente, ou até a nível pessoal se só se conhecm neste forum....haja paciência para certos "Licenciados em psicologia"...bem um conselhode quemjá tem alguns anos de clinica e ainda não sabe tudo e vai morrersem saber....de vez em quando pegue num espelho e olhe para si...não tenha medo das coisas menos boas que vai encontrar pois são essas o seu próximo "trabalho"...força!!!!
PSC
Membro Habitual**
Membro Habitual**
Mensagens: 216
Registado: domingo set 06, 2009 9:22 pm

Mensagempor PSC » quarta mar 03, 2010 4:37 pm

yara Escreveu:As pessoas podem ter 10 anos de experiencia em clinica, serem reconhecidos logo na Ordem e nao terem competências...


Bom dia,
Eu vou apenas cingir-me a esta ideia.
E acrescentar uma questão mais numérica: quantos estarão nesta situação?

Sejamos honestos analisemos todos os nossos docentes universitários de Licenciatura, Mestrado, Especializações, etc., é que até nesse universo há com cada "............."!
O que depois explica outras "............." (faltam-me termos subtis e não ofensivos) que vemos por aí com MUITA experiência. Tanta que nem aceitam reparos ou param para reflectir sobre algum reparo, muito menos de estagiários.

(In)Felizmente tudo tem de ter um princípio e bem que se tem de partir do pressuposto que habilitação académica e experiência têm de servir para indicar o grau de competência.
Logo, e tendo em conta os múltiplos domínios de trabalho da psic só há que os aceitar e reconhecer, seja formação, avaliações ou consultas.
Ainda que todos tenhamos consciência dos limites dessas assumpções em qualquer dos casos. Mas tínhamos de começar por alguns critérios, senão não era operacionalizavel isto de termos uma OPP.
(por acaso se alguém achar que não há limites, que provar que tem prática nem que seja só de consultas é sinal garantido de competência, a sério... nem me responda! Não terei a menor dúvida que será alguém pouca capacidade de reflexão, logo duvidarei das suas competências como psi)

Agora, menos bom mesmo é terem-se comprometido com um prazo tão curto e agora estar a dar nas confusões que se registam por aí. E isto pq penso (e espero) que o maior problema tenha sido mesmo a falta de tempo p analisar as coisas devidamente.
Blackberry
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 237
Registado: terça nov 27, 2007 12:41 pm

Mensagempor Blackberry » quarta mar 03, 2010 4:49 pm

psirui Escreveu:
Blackberry Escreveu:
psirui Escreveu:Vocês andaram a estudar psicologia para fazerem essas coisas?


Acredite que eu estudei Psicologia e NUNCA foi para exercer em Clinica :wink:


Mas pelo menos faz alguma coisa que esteja relacionada com alguma das áreas que não a clínica! Não?

Porque o que eu não entendo é que haja pessoas que querem ter esse reconhecimento andando a fazer um trabalho que pode ser feito por outra formação qualquer, tipo RVC´s, Formações e coisas associadas!
Depois...acontece que abrem um consultório e nunca viram um paciente na frente!



Um técnico de RH poderá ser exercido por um Psicólogo ou não. Mas não é por isso, que eu não sou Psicóloga, só porque desempenho uma função que pode ser desempenhada por outros profissionais. A diferença, é aplicação de testes psicotécnicos e relatórios de avaliação psicológica que são feitos (ou deveriam ser) exclusivamente por Psicólogos :wink:

Voltar para “Regulamentação, Exercício e Identidade Profissional”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 4 visitantes