Eleições Sindicato

A regulação e regulamentação da formação e do exercício da psicologia em Portugal. A acreditação e certificação. A organização da classe profissional. Os direitos e deveres laborais. As organizações representativas. A identidade e a imagem dos Psicólogos.

Moderador: Cristina

Raquel Raimundo
Membro Habitual*
Membro Habitual*
Mensagens: 112
Registado: sábado mar 17, 2007 10:27 pm

Mensagempor Raquel Raimundo » terça jun 01, 2010 11:29 am

Em relação ao Código não refiro que "a elaboração do Código é da exclusiva responsabilidade da Ordem". Digo que os Códigos Deontológicos são uma responsabilidade das Ordens Profissionais. E acrescento que não é uma incumbência dos Sindicatos. Assim sendo pergunto por que razão um Sindicato apresenta como trabalho feito após dois anos de mandato actividades que não são da sua competência? Ou o trabalho sindical estava todo feito ou a motivação para fazer esse trabalho é que não era assim tão significativa. É que como não vejo como é que a primeira opção possa ser a correcta (o que mais há é trabalho a fazer na área sindical, no que aos psicólogos diz respeito) cinjo-me à segunda.

"O mesmo [código] não foi elaborado pelo SNP"? Bom apenas me baseei no vosso programa "propomo-nos a acompanhar activamente a integração do Código Deontológico dos Psicólogos Portugueses desenvolvido anteriormente pelo SNP".

Também diz que "a Comissão Instaladora da Ordem se comprometeu a aceitar este Código como o Código a ser aplicado no futuro". Ora faz parte do programa da lista que venceu as eleições para a OPP o seguinte: "Comprometemo-nos a aprovar o Código Deontológico dos Psicólogos Portugueses". E do programa da vossa lista para o SNP consta: "propomo-nos a acompanhar activamente a integração do Código Deontológico dos Psicólogos Portugueses desenvolvido anteriormente pelo SNP, como base de trabalho e contributo efectivo decorrente do trabalho no futuro Código Deontológico, a ser aprovado pela OPP". Em nenhum lado está escrito o que refere. Porventura saberá que servir de base de trabalho e ser aprovado ipsis verbis não é a mesma coisa. Nem podia ser, porque apesar de ter sido assinado por mais do que uma associação ele continua a não ser representativo dos 20 000 psicólogos (ou formados em psicologia, pelo menos). Com isto não quero dizer que deverá ser ignorado. A postura de "deitar abaixo tudo o que os outros fazem, porque só o que eu faço é que está bom" não se coaduna com a forma como entendo as coisas. Não podemos estar a inventar a roda todos os dias.

Se reparar tive o cuidado de inserir as minhas questões relativamente às eleições numa visão mais abrangente da psicologia em Portugal. Nesse sentido classificar a minha intervenção numa lógica de Ordem vs. Sindicato parece-me, no mínimo, redutor. Parece-me ser mais uma intervenção para "fugir com o rabo à seringa" (desculpe-me a expressão, mas é a que melhor reflecte o meu pensamento). Sobretudo tendo em conta que o grosso das questões que coloco diz respeito à legalidade das eleições e não a uma dicotomia ou a uma discussão estatutária profunda. E essas questões continuaram todas elas sem resposta. Suponho que quem cala consente, infelizmente.
UVPsicólogos
Membro Iniciante
Membro Iniciante
Mensagens: 25
Registado: quarta mai 26, 2010 4:47 pm

Resposta

Mensagempor UVPsicólogos » terça jun 01, 2010 11:54 am

Cara Colega Raquel Raimundo,

Como referimos, não nos cabe a nós fazer tais esclarecimentos estatutários nem eleitorais. Creio termos sido bastante claros quando referimos esse detalhe. Não é uma questão de "quem cala consente", como refere, utilizando uma expressão popular cuja relevância para estas lides não é, certamente, das maiores. Temos, como poderá ver pelos posts anteriores, tentado manter a discussão a um nível elevado, quer ao nível intelectual quer linguístico.

Quanto ao conteúdo: as questões estatutárias e eleitorais sugerimos que as coloque directamente ao SNP. Mascarar o cariz dicotómico das suas afirmações iniciais, isso sim, é "fugir com o rabo à seringa", como tão bem refere, recorrendo, uma vez mais, à sabedoria popular. Fez um ataque declarado à elaboração de um documento que a própria Comissão Instaladora da Ordem aceitou. Defender que a afirmação "a elaboração do Código é da exclusiva responsabilidade da Ordem" e a afirmação "os Códigos Deontológicos são uma responsabilidade das Ordens Profissionais" não querem dizer a mesma coisa é silogisticamente falso. O SNP não elaborou o Código, mas promoveu, inicialmente, os contactos que levaram à sua elaboração. Está, portanto, na senda de encontrar uma cisão que a própria Ordem não encontrou. Tudo o resto que afirma em relação a este aspecto, são questões de semântica. Por outro lado, a suposição de que a motivação para as outras actividades não era das maiores não merece, como deverá ser óbvio para todos, até para si, qualquer tipo de comentário.

Aproveitamos para perguntar: neste momento, existe alguma instituição em Portugal que represente os 20 mil Psicólogos? Caso a sua resposta seja negativa, então inferimos, de acordo com o seu raciocínio, que nenhuma instituição tem legitimidade para desenvolver qualquer trabalho nesta área.

Agradecemos, mais uma vez, o seu contributo.

Saudações
Raquel Raimundo
Membro Habitual*
Membro Habitual*
Mensagens: 112
Registado: sábado mar 17, 2007 10:27 pm

Mensagempor Raquel Raimundo » terça jun 01, 2010 3:23 pm

Ora aqui está um nível de discussão para a qual me sinto muito pouco motivada para continuar. O uso de linguagem popular ou expressões idiomáticas (muito pródigas na Língua Portuguesa, por sinal, inclusive na linguagem escrita) é agora uma ofensa num Fórum? Devo depreender que o comum dos mortais neste fórum se deve restringir à linguagem dita erudita? A seguir devemos começar a falar todos em Latim? Ou é uma forma de ataque quando os argumentos naturais falham?

O meu objectivo foi e continua a ser encontrar respostas às questões que levantei, porque continuo sem elas. Só não entendo se não se sente em posição de lhes dar resposta (seja porque motivo for), porque insiste em responder-me pessoalmente. Tudo o resto que alvitra é facilmente rebatível relendo o que escrevi e o que escreveu, incluindo citações de outras fontes. Penso que teremos de esperar, porque o futuro provará quem está mais próximo da verdade. Em vários aspectos, diga-se!
Raquel Raimundo
Membro Habitual*
Membro Habitual*
Mensagens: 112
Registado: sábado mar 17, 2007 10:27 pm

Mensagempor Raquel Raimundo » terça jun 01, 2010 3:31 pm

Encontrei esta referência no site do SNP

[/Foram realizadas ontem as eleições dos corpos gerentes para o biénio 2010 – 2012.

A lista vencedora foi a lista A.

Espera-se agora que decorra o prazo previsto nos estatutos para eventuais reclamações, antes de se proceder à aceitação formal da lista vencedora.


Não é, no entanto, referido quantos psicólogos votaram, percentagem de votos em cada lista e percentagem de votos brancos e nulos.
UVPsicólogos
Membro Iniciante
Membro Iniciante
Mensagens: 25
Registado: quarta mai 26, 2010 4:47 pm

Mensagempor UVPsicólogos » terça jun 01, 2010 3:42 pm

Cara Colega Raquel Raimundo,

Este post encerra, pelo menos da nossa parte, esta discussão. Insiste em utilizar uma linguagem belicista, de confronto, pela qual não seguiremos. O que é, sem dúvida, uma forma de ataque quando os argumentos naturais falham é o sarcasmo e a ironia utilizada fora de contexto. Não seremos arrastados para tal discussão.

Quanto ao tipo de linguagem, ninguém aqui advoga a utilização de linguagem "erudita", como diz, nem tão-pouco alguém a utiliza. Lamentamos se foi essa a sua percepção. Apenas achamos que num Fórum com estas características a discussão se deve pautar por parâmetros que a distingam de uma qualquer conversa de café.

Repetimo-nos, para a aconselhar, novamente, a procurar as respostas que ambiciona junto do SNP porque, também repetindo-nos, afirmamos que não nos cabe a nós fornecê-las.

Saudações
psizen
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 2
Registado: terça jun 01, 2010 5:51 pm

Mensagempor psizen » terça jun 01, 2010 5:59 pm

Raquel Raimundo Escreveu:Encontrei esta referência no site do SNP

[/Foram realizadas ontem as eleições dos corpos gerentes para o biénio 2010 – 2012.

A lista vencedora foi a lista A.

Espera-se agora que decorra o prazo previsto nos estatutos para eventuais reclamações, antes de se proceder à aceitação formal da lista vencedora.


Não é, no entanto, referido quantos psicólogos votaram, percentagem de votos em cada lista e percentagem de votos brancos e nulos.


Eu devo confessar que já não percebo nada. Eu só esta manhã é que recebi o boletim de voto para as eleições e as eleições sempre foram ontem?

Estou estupefacto com este processo de eleições no Sindicato Nacional dos Psicólogos. Quando li o que a Lista B tinha escrito sobre o atraso no envio de boletins de voto, pensei que iria ser dado um prazo maior para o envio de boletins. Ou era suposto ter votado antes que me chegasse o boletim.

A colega Raquel Raimundo pode-me dizer como é que tem acesso a esta informação sobre os resultados das eleições?
Raquel Raimundo
Membro Habitual*
Membro Habitual*
Mensagens: 112
Registado: sábado mar 17, 2007 10:27 pm

Mensagempor Raquel Raimundo » terça jun 01, 2010 9:58 pm

UVPsicólogos Escreveu:Cara Colega Raquel Raimundo,

Este post encerra, pelo menos da nossa parte, esta discussão. Insiste em utilizar uma linguagem belicista, de confronto, pela qual não seguiremos. O que é, sem dúvida, uma forma de ataque quando os argumentos naturais falham é o sarcasmo e a ironia utilizada fora de contexto. Não seremos arrastados para tal discussão.

Quanto ao tipo de linguagem, ninguém aqui advoga a utilização de linguagem "erudita", como diz, nem tão-pouco alguém a utiliza. Lamentamos se foi essa a sua percepção. Apenas achamos que num Fórum com estas características a discussão se deve pautar por parâmetros que a distingam de uma qualquer conversa de café.

Repetimo-nos, para a aconselhar, novamente, a procurar as respostas que ambiciona junto do SNP porque, também repetindo-nos, afirmamos que não nos cabe a nós fornecê-las.

Saudações


Pelo menos ficou claro quem ofende quem. Pena é mesmo não ter sido possível evoluir com argumentos plausíveis ou tão simplesmente com informação adicional esclarecedora. Se não a tem para oferecer não sei porque insiste em responder-me. Nenhuma das minhas questões foi colocada à lista que representa, muito menos a si em particular, por isso nem sequer consigo conceber, porque razão o viu como um ataque ao qual tinha de dar resposta. Vou deduzir que se deveu ao facto do dia ontem ter corrido mal para a lista que representa, mas isso per si não justifica o que aqui se passou.

Enfim?!!! Se houver alguém que possa responder às questões que coloquei (ou apenas a algumas), agora ou num outro momento que considere mais adequado, agradecia. Compreendo que o facto do SNP estar em reestruturação interna leva a que este possa não ser o melhor momento. Espero no entanto que elas não fiquem esquecidas, visto a Lista vencedora (A) ter referido ser uma lista de descontinuidade.

Voltar para “Regulamentação, Exercício e Identidade Profissional”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes