CIF - material específico para a avaliação

As diferentes correntes e modelos teóricos. Novas abordagens e novos contextos de intervenção. A teoria e a prática, os conceitos e as estratégias. Preocupações éticas e deontológicas. etc.

Moderador: César

SGFernandes
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 363
Registado: terça fev 27, 2007 5:16 pm
Localização: Coimbra

CIF - material específico para a avaliação

Mensagempor SGFernandes » segunda jan 07, 2008 10:58 am

Como de certo muitos colegas psicólogos já sabem, na nossa intervenção junto de alunos com necessidades educativas especiais vai passar a usar-se a CIF - Classificação Internacional de Funcionalidade. Gostaria de saber se alguém já está a usar este modelo e se tem material específico para a avaliação. Eu tenho apenas um resumo que foi disponibilizado pelo ministério mas sei que há colegas a fazer formação nesta área.
Obrigada pela ajuda.

SG
*Marta*
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 959
Registado: sexta abr 06, 2007 9:17 pm

Mensagempor *Marta* » segunda jan 07, 2008 2:11 pm

Olá!!

Eu usei a CIF no ano passado, no estágio curricular. Deparámo-nos exactamente com o mesmo problema: falta de material para avaliação. Acabámos por usar provas da WISC e outras provas elaboradas por nós, mas nada de muito concreto...
SGFernandes
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 363
Registado: terça fev 27, 2007 5:16 pm
Localização: Coimbra

Mensagempor SGFernandes » segunda fev 11, 2008 2:28 pm

Gostaria de trocar opiniões com colegas que estejam a aplicar a CIF no âmbito das NEE, nomeadamente quanto à elaboração do perfil de funcionalidade.
patriciamarques
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 253
Registado: terça fev 27, 2007 6:48 pm
Localização: Almada
Contacto:

Mensagempor patriciamarques » quinta fev 14, 2008 4:31 pm

Estou disponível para trocar ideias. Também estou neste momento a proceder a avaliações para aplicar a CIF nos programas para alunos com NEE. :wink:
Patrícia Marques
Psicologa Clínica
www.patriciamarques.pt.vu
SGFernandes
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 363
Registado: terça fev 27, 2007 5:16 pm
Localização: Coimbra

CIF

Mensagempor SGFernandes » quinta abr 24, 2008 3:40 pm

Gostaria de pedir uma opinião aos colegas, sobretudo para os que já estão a trabalhar com a CIF: que testes é que estão a usar para avaliar as funções mentais da linguagem?
j08rebelo
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 306
Registado: quinta jun 08, 2006 7:04 pm

Re: CIF

Mensagempor j08rebelo » sábado abr 26, 2008 9:55 pm

SGFernandes Escreveu:Gostaria de pedir uma opinião aos colegas, sobretudo para os que já estão a trabalhar com a CIF: que testes é que estão a usar para avaliar as funções mentais da linguagem?


Utilizam-se os mesmos testes que se utiliza numa avaliação psicopedagógica. A CIF não vem mudar nada em relação a isso.
SGFernandes
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 363
Registado: terça fev 27, 2007 5:16 pm
Localização: Coimbra

CIF

Mensagempor SGFernandes » sábado abr 26, 2008 10:28 pm

Sim, eu sei que não vem mudar mas eu sou da área clínica e há testes que não conheço, daí pedir a opinião.
j08rebelo
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 306
Registado: quinta jun 08, 2006 7:04 pm

Re: CIF

Mensagempor j08rebelo » domingo abr 27, 2008 9:19 pm

SGFernandes Escreveu:Sim, eu sei que não vem mudar mas eu sou da área clínica e há testes que não conheço, daí pedir a opinião.


Talvez não fosse de todo despropositado procurar formação ou deixar as avaliações psicopedagógicas para quem sabe. No entanto, não necessita de avaliar todas as áreas presentes na CIF, aliás esse tem sido um erro comum de alguns médicos, que tem dificultado a interpretação da checklist.
Cada interveniente deve procurar informar de acordo com o que lhe compete avaliar e a mais não pode ser obrigado.
SGFernandes
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 363
Registado: terça fev 27, 2007 5:16 pm
Localização: Coimbra

Re: CIF

Mensagempor SGFernandes » domingo abr 27, 2008 10:15 pm

j08rebelo Escreveu:Talvez não fosse de todo despropositado procurar formação ou deixar as avaliações psicopedagógicas para quem sabe. No entanto, não necessita de avaliar todas as áreas presentes na CIF, aliás esse tem sido um erro comum de alguns médicos, que tem dificultado a interpretação da checklist.
Cada interveniente deve procurar informar de acordo com o que lhe compete avaliar e a mais não pode ser obrigado.


Eu sei perfeitamente que não se avaliam todas as categorias da CIF, aliás já fiz formação na avaliação por referência à CIF.
Quanto a deixar as avaliações para quem entende, penso que isso é redutor porque não significa que por pedir uma opinião eu não saiba fazer avaliações, além de que que eu saiba não sou obrigada a conhecer todos os testes, portanto penso que é pertinente colocar a questão a outros colegas. Aliás, o forum serve também para trocar opiniões, ou não?
j08rebelo
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 306
Registado: quinta jun 08, 2006 7:04 pm

Re: CIF

Mensagempor j08rebelo » terça abr 29, 2008 12:20 am

SGFernandes Escreveu:
Eu sei perfeitamente que não se avaliam todas as categorias da CIF, aliás já fiz formação na avaliação por referência à CIF.
Quanto a deixar as avaliações para quem entende, penso que isso é redutor porque não significa que por pedir uma opinião eu não saiba fazer avaliações, além de que que eu saiba não sou obrigada a conhecer todos os testes, portanto penso que é pertinente colocar a questão a outros colegas. Aliás, o forum serve também para trocar opiniões, ou não?


A minha opinião, como referi anteriormente, é que cada interveniente deve avaliar aquilo que lhe compete, por isso se é da área de clínica com certeza que se avaliar as áreas que domina, terá resultados mais precisos e fidedignos. De resto, é para isso que o fórum serve - trocar opiniões e a minha é esta, mesmo que não vá de encontro ao seu propósito.

Já agora, deixar as avaliações para quem entende é redutor como?
SGFernandes
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 363
Registado: terça fev 27, 2007 5:16 pm
Localização: Coimbra

CIF

Mensagempor SGFernandes » terça abr 29, 2008 7:50 am

Um psicólogo que trabalhe numa escola deve ter conhecimentos de várias áreas poiis as problemáticas que surgem são muito diversificadas. Ou acha que o meu director vai contratar um psi de cada área para depois cada um avaliar uma determinada função (consoante os casos, claro)?
Além disso, pedir uma opinião sobre testes não significa que não se saiba trabalhar pois não? Simplesmente eu tenho alguns com que trabalho mas gostaria de saber que instrumentos é que os colegas estão usar (e se reparar perguntei apenas para uma determinada função).
j08rebelo
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 306
Registado: quinta jun 08, 2006 7:04 pm

Re: CIF

Mensagempor j08rebelo » terça abr 29, 2008 10:57 pm

SGFernandes Escreveu:Um psicólogo que trabalhe numa escola deve ter conhecimentos de várias áreas poiis as problemáticas que surgem são muito diversificadas. Ou acha que o meu director vai contratar um psi de cada área para depois cada um avaliar uma determinada função (consoante os casos, claro)?
Além disso, pedir uma opinião sobre testes não significa que não se saiba trabalhar pois não? Simplesmente eu tenho alguns com que trabalho mas gostaria de saber que instrumentos é que os colegas estão usar (e se reparar perguntei apenas para uma determinada função).


Certamente que desempenha a sua actividade da melhor forma possível e não necessita de encarar opiniões divergentes como um atentado à sua competência.

Volto a afirmar que cada técnico deve limitar-se a avaliar as áreas para as quais está preparado. Da parte das escolas, se necessitam de recolher informações para a elaborações do relatório técnico-pedagógico, têm de recorrer e encontrar respostas junto das pessoas competentes e não das polivalentes.

Não estou a afirmar que é o seu caso, mas duvido de checklists e relatórios de avaliação médicos e técnicos que avaliam tudo e mais alguma coisa. Não é por acaso que existem muitas especialidades dentro da psicologia e dentro da medicina, assim como existem outras áreas cientificas como a psicomotricidade e a terapia da fala que devem ser consultadas no processo.
SGFernandes
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 363
Registado: terça fev 27, 2007 5:16 pm
Localização: Coimbra

CIF

Mensagempor SGFernandes » terça abr 29, 2008 11:52 pm

Sim, claro.
Na minha escola avaliam-se apenas as categorias pertinentes para cada caso e a avaliação é em equipa (psi, dee, docentes, médicos, terapeutas da fala, encarregado de educação), se bem que os profissionais de saúde (excepto eu, psi) não colaboram muito, sobretudo so médicos que recusam preencher checkists e olhe que nós pedimos ao médico apenas aquilo que interessa (por exemplo, aluno com problemas visuais pedimos apenas a avaliação das respectivas estruturas e funções, delimitando as subcategorias pertinentes).
j08rebelo
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 306
Registado: quinta jun 08, 2006 7:04 pm

Re: CIF

Mensagempor j08rebelo » quinta mai 01, 2008 12:26 am

SGFernandes Escreveu:Sim, claro.
Na minha escola avaliam-se apenas as categorias pertinentes para cada caso e a avaliação é em equipa (psi, dee, docentes, médicos, terapeutas da fala, encarregado de educação), se bem que os profissionais de saúde (excepto eu, psi) não colaboram muito, sobretudo so médicos que recusam preencher checkists e olhe que nós pedimos ao médico apenas aquilo que interessa (por exemplo, aluno com problemas visuais pedimos apenas a avaliação das respectivas estruturas e funções, delimitando as subcategorias pertinentes).


Há diferentes corpos clínicos de Hospitais que têm recusado a utilização da CIF, chegando a fundamentar por escrito as suas razões. Em breve conto ter oportunidade de ler essa fundamentação.
Por outro lado, tenho recebido checklists preenchidas por médicos das mais diferentes especialidades que avaliam tudo sem critérios, a "olhómetro" e muitas vezes como se estivesse a preencher um boletim do totobola.
Diariamente encontro-me a debater com professores casos de crianças ou jovens para os quais utilizei material concreto que me permitiu obter dados objectivos e quantitativos, mas que têm no seu processo uma checklist preenchida por um especialista que esteve uma vez com a criança e que conseguiu (por exemplo) avaliar as funções intelectuais, do temperamento e personalidade e psicomotoras. Onde está o rigor?

Voltar para “Campos de Acção, Modelos e Exercício”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes