Depressão na familia - questões

Espaço dedicado ao público em geral: aqui poderá apresentar as suas questões e dúvidas, e contar com o apoio dos utilizadores deste fórum. IMPORTANTE: leia as Regras de Utilização antes de participar
Regras do Fórum
-----------
O Psicologia.pt não é responsável pelas intervenções dos vários participantes neste Fórum, sendo o teor desses conteúdos, bem como a utilização que se faça dos mesmos, da exclusiva e total responsabilidade de cada utilizador.
Com o objectivo de permitir o total anonimato, o fórum "Pergunte ao Psicólogo" é o único onde é possível a publicação de tópicos por utilizadores não registados.
Ao mesmo tempo, e como deve ser do entendimento de todos, o carácter "anónimo" dos fóruns faz com que este espaço não ofereça condições para interações que se desenvolvam para além da mera "troca de opiniões".
É expressamente proibida neste fórum a divulgação de serviços de psicologia bem como de quaisquer contactos de psicólogos (nomes, nºs de telefone, moradas e outros contactos).
O Psicologia.pt não se responsabiliza pelo rigor técnico e científico, idoneidade e respeito pelos princípios éticos e deontológicos de toda e qualquer participação.
javo
Membro Iniciante
Membro Iniciante
Mensagens: 20
Registado: quinta ago 25, 2005 11:01 pm

Depressão na familia - questões

Mensagempor javo » segunda ago 30, 2010 2:55 pm

Boa tarde,

A minha esposa sofre de depressão cronica (por anos, desde a adolescência), marcada por altos e baixos.

Ela não tem problemas em associar a sua depressão ao passado. Ela vivenciou um periodo de violência doméstica entre os pais, infidelidade do pai, a sua mãe tentou o suicido por 3x, e por fim o divórcio dos pais (processo dificil para a mãe, emocionalmente dependente do pai).
Ela veio morar comigo (fisicamente longe dos pais) - e só os vai visitar uma vez por ano.

Assim, ela consegue ficar dias ou semanas sem falar com eles. No entanto eles sempre ligam quando há problemas (como se ela, filha longe, podesse fazer alguma coisa).
Da última vez, recebeu a notícia da mãe que ligou para o ex-marido com ameaças de morte (ela nunca conseguiu ultrapassar o divórcio) e foi chamada à policia.

Este tipo de lembranças e principalmente noticias deixam a minha esposa ARRASADA. Se eu tento intervir ou apenas mostrar que estou lá para apoiar, ela EXPLODE de irritação. Quer ficar sozinha, quer morrer! Chora e isola-se. Não aceita a minha ajuda, nem a ajuda de ninguem.

O máximo que eu consegui fazer foi convencê-la a ir a um psiquiatra e a tomar a medicação antidepressiva. Ela reconhece que tem um problema.
O psiquiatra aconselhou Psicoterapia, mas ela recusa-se a ir. Porque "é caro" e "já sei o que o terapeuta vai dizer: 'Tens que desligar do que se passa com os teus pais'. Não vou!"

Eu estou num ponto de ruptura. Faço TUDO para ela se sentir bem - arrumar a casa, faço comidas, plaeneio qq coisa para ela se distrair (até pq se eu não fazer, ninguem mais faz)... e de pouco vale...

Ao mesmo tempo, tenho tantas questões...
Até que ponto o que ela sente é "normal" (dadas as circunstancias)? É razoável exigir que ela "esqueça" os problemas dos pais?

Voltar para “Pergunte ao Psicólogo”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 5 visitantes