Superprotecção

Espaço dedicado ao público em geral: aqui poderá apresentar as suas questões e dúvidas, e contar com o apoio dos utilizadores deste fórum. IMPORTANTE: leia as Regras de Utilização antes de participar
Regras do Fórum
-----------
O Psicologia.pt não é responsável pelas intervenções dos vários participantes neste Fórum, sendo o teor desses conteúdos, bem como a utilização que se faça dos mesmos, da exclusiva e total responsabilidade de cada utilizador.
Com o objectivo de permitir o total anonimato, o fórum "Pergunte ao Psicólogo" é o único onde é possível a publicação de tópicos por utilizadores não registados.
Ao mesmo tempo, e como deve ser do entendimento de todos, o carácter "anónimo" dos fóruns faz com que este espaço não ofereça condições para interações que se desenvolvam para além da mera "troca de opiniões".
É expressamente proibida neste fórum a divulgação de serviços de psicologia bem como de quaisquer contactos de psicólogos (nomes, nºs de telefone, moradas e outros contactos).
O Psicologia.pt não se responsabiliza pelo rigor técnico e científico, idoneidade e respeito pelos princípios éticos e deontológicos de toda e qualquer participação.
Bichana
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 1
Registado: quarta jan 12, 2011 4:30 pm

Superprotecção

Mensagempor Bichana » quarta jan 12, 2011 7:33 pm

Boa noite, tenho 47 anos e vivo com o meu pai e irmã de 49 anos. Em crianças fomos superprotegidas, andámos em colegios particulares e os meu pai sempre resolveu todos os problemas. A minha mae, eterna deprimida, sempre nos educou na base da insegurança para fazermos o que ela queria e o q achava melhor para nós. Cobrava-nos por não nos casarmos mas, simultaneamente, queria-nos ao pé dela para não se sentir ainda mais deprimida. A minha mae morreu qdo eu tinha 28 anos e vimo-nos os 3 sozinhos, ficamos à toa completamente. Volvidos 2 anos morre o meu avô, o que nos possibilitou independencia financeira. devia ter comprado uma casa para mim e ter-me tornado independente, mas não estava preparada para tal...A partir dai, o meu pai ainda nos protegeu mais, pois sempre achou que era obrigação dele enquanto chefe de familia. Ao longo destes anos, continuou a resolver tudo mas, à medida que o tempo ia passando eu sentia-me cada vez mais deprimida, fragilizada, impotente e com medo de enfrentar os outros, pq o meu pai me assim me fez sentir. Actualmente, sinto-me saturada porque cada vez que comento qualquer atitude que planeio ter, vem logo ele com os seus conselhos gratis, a tecer a sua opinião gratis, a tentar deitar-me abaixo quando a minha opinião não é igual à dele. Ainda por cima, esta sempre a auto-elogiar-se e a dizer que nós somos umas "atadinhas", que qdo ele morrer não nos vamos desembaraçar porque sem ele, não sabemos fazer nada...Todos os dias discutimos os 3, pq a minha irmã e eu já não aguentamos ouvir quase todos os dias que não valemos nada e só fazemos asneiras e que somos umas imaturas e umas crianças...Compreendo q ele, com 75 anos se sinta cansado, farto de nós e envelhecido, mas tb tenho a consciencia que tb não sou assim tão incapaz como ele me diz....Sinto-me muito em baixo e neste momento já não tenho capacidade de poder comprar uma casa, para sair disto tudo, embora saiba que mesmo que eu decidisse viver sozinha, seria um drama para a minha irmã, que ficava sozinha com ele e para ele, que morria de medo que eu fizesse alguma coisa errada, por já não estar debaixo da sua alçada....Quero e tenho de mudar esta situação, mas não sei por onde começar...podem-me ajudar, p.f.?
Muito obrigada.

Voltar para “Pergunte ao Psicólogo”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes