Mais uma de amor...

Espaço dedicado ao público em geral: aqui poderá apresentar as suas questões e dúvidas, e contar com o apoio dos utilizadores deste fórum. IMPORTANTE: leia as Regras de Utilização antes de participar
Regras do Fórum
-----------
O Psicologia.pt não é responsável pelas intervenções dos vários participantes neste Fórum, sendo o teor desses conteúdos, bem como a utilização que se faça dos mesmos, da exclusiva e total responsabilidade de cada utilizador.
Com o objectivo de permitir o total anonimato, o fórum "Pergunte ao Psicólogo" é o único onde é possível a publicação de tópicos por utilizadores não registados.
Ao mesmo tempo, e como deve ser do entendimento de todos, o carácter "anónimo" dos fóruns faz com que este espaço não ofereça condições para interações que se desenvolvam para além da mera "troca de opiniões".
É expressamente proibida neste fórum a divulgação de serviços de psicologia bem como de quaisquer contactos de psicólogos (nomes, nºs de telefone, moradas e outros contactos).
O Psicologia.pt não se responsabiliza pelo rigor técnico e científico, idoneidade e respeito pelos princípios éticos e deontológicos de toda e qualquer participação.
Nemo_X
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 1
Registado: domingo jul 03, 2011 2:52 am

Mais uma de amor...

Mensagempor Nemo_X » domingo jul 03, 2011 3:17 am

Olá... Meu nome é Luiz, e tenho um problema q não é exatamente meu... Talvez seja, não sei dizer, estou as escuras e muito desesperado, caso contrario não estaria postando aqui... Enfim... Durante 4 meses namorei outro garoto, Deni. Ele terminou comigo. Fiquei abalado, pois ambos declaravamos amor um pelo outro, e mesmo tendo sido relativamente pouco tempo, era sincero... Mas o problema não era o término, ele não foi meu primeiro namorado e eu sei q poderia superar isso com o tempo. Mas acontece q Deni possui alguns 'problemas'. Pra começar, enquanto namorávamos, ele chegou a me contar que durante a adolescencia, ele teve um 'namorado imaginário'. Ele viu um cara numa ocasião e na cabeça dele aquele cara veio falar com ele e os dois namoraram, e pra ele parecia real, na cabeça dele, ele saia com o namorado junto com seus amigos, e havia interação entre todos... Mas o namorado nunca existiu, e ele descobriu quando se deparou novamente com o garoto real q ele tinha visto... Ele fez tratamento na época e disse q esse lance d ilusões ele tinha superado... Não insisti no assunto, pois ele me contou no primeiro encontro (sim, eu devia ter fugido bem ali ¬¬) e não tinha intimidade pra perguntar mais, e depois no decorrer da relação o assunto não voltou, e eu preferia não tocar nisso pq devia ser algo q o machucasse. Não bastando isso, ele sempre me falava de um outro relacionamento q ele teve... esse foi real mesmo... Ele namorou Rodrigo durante 4 anos, e disse q sempre teve um ciumes obsessivo, d não conseguir ficar bem qndo estava longe dele, gerando constantes brigas, e terminou descobrindo q o Rodrigo estava traindo ele com seu melhor amigo. Ok, tempo passou, eis q eu surgi na vida do Deni... tivemos ótimos 4 meses juntos, nunca brigamos, apenas discordávamos as vezes sobre coisas comuns, mas conversavamos sobre e um sabia respeitar o ponto d vista do outro... parecia uma relação sadia com grandes chances d futuro... Mas Deni sempre demonstrava ter um ciumes exagerado d mim. Ele não suportava ver os sms de outros amigos no meu celular, odiava saber qndo saía com outros amigos... Eu sempre fui honesto com ele, exatamente por saber dos problemas dele, tentava ser o mais claro possível, agia com naturalidade mostrando os sms e falando dos meus amigos com quem saía, para q ele pudesse ver q eu não tinha nada a esconder... Mas o Deni ficava agressivo as vezes... nunca violento, mas ele falava q não conseguia confiar em mim, que achava q eu enganava ele d alguma forma... E por isso, depois d 4 meses, ele terminou comigo... deu uma desculpa esfarrapada na hora q eu não engoli muito bem, e por isso, dei um pequeno tempo e voltei a insistir com ele... Me esforcei, fiz as declarações amorosas mais criativas e sinceras, sei q mechi com ele... Tanto q voltamos a nos ver... No nosso primeiro encontro pós-termino, ele aparentava estar melhor com a situação do q eu... bebemos, ele muito mais do q eu, pq não aguento mais do q duas doses... acabei chorando no bar, ele me consolou, terminamos a noite num motel... Depois disso me senti usado, senti q ele estava brincando comigo, e tivemos outra conversa séria. Dessa vez ele disse com todas as letras q me amava, q pensava em mim o tempo todo (ele chorou enquanto dizia isso, um choro leve, sentido, não parecia forçado), mas q ele não podia ficar comigo, q ele não pode ficar com ngm, q ele tem um problema, ele sabe q deveria confiar em mim, mas não consegue, e q ele fica muito mal, sofre muito quando eu não estou com ele, sem saber onde eu estou e o q eu estou fazendo... e por isso ele precisa ficar sozinho... Eu tentei convence-lo do contrario, fui persistente, disse q nós éramos um casal, q se tinhamos um problema eu iria ajudar ele no q eu pudesse, mesmo q fosse mínimo, mesmo q fosse só estando ali por ele... Ele disse q eu não tinha dimensão do problema dele, e eu insisti, fiz ele prometer q pensaria no caso... Acho q ele não pensou, o tempo passou e não voltamos... ficamos separados um tempo, mas SEMPRE ou eu ou ele, algum vai atras do outro, e sempre ficamos nessa... Nunca mais nos vimos, nunca mais saimos... mas sempre trocamos mensagens e sempre fica isso no ar, e sempre termina comigo mostrando suporte e dando abertura pra q ele volte, e ele termina dizendo q me ama muito mas q não pode voltar pra mim, já estamos nisso a quase um ano...
O q eu preciso... O q eu busco compreender, é como eu posso ajudar ele, conseguir convencer ele d q se ele me ama, temos q ficar juntos mesmo... Ou pelo menos preciso saber q ele não está brincando comigo, q realmente é um problema q ele tem, pq eu o amo d mais, e não quero ver esse sentimento mútuo (caso seja mesmo) disperdiçado por uma doença... Talvez o doente seja eu, de não conseguir seguir em frente, sei lá... Eu tento, mas nenhum cara mais tem graça pra mim, sempre penso no Deni, não tem um dia q eu não chore por ele... Enfim, será q o problema é o Deni ou eu q sou obsessivo? Ou os dois? Alguém aqui pode me dar uma luz? Obrigado pela atenção...
Lawliet
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 5
Registado: segunda jan 09, 2012 7:33 pm

Re: Mais uma de amor...

Mensagempor Lawliet » terça jan 10, 2012 3:16 pm

Olá, devo te dar os parabéns pela clareza com que explicaste a situação, foste claro e objectivo, eu não sou psicologo embora a psicologia seja uma paixão o teu caso não pode ser comentado com meia duzia de conversas tem que ser estruturado com um diálogo moderado e prolongado, penso que ele se afastou de ti por receio e para se defender das suas próprias fraquezas alguém com um histórico como o dele representa sem duvida alguma uma vulnerabilidade enorme ele quer se afastar de ti para se proteger pois tem noção da falta de controlo que tem sobre ele mesmo. Gostaria de dialogar contigo contigo por msn, não para analisar-te como um psicologo, pois não tenho formação para tal, mas para tentar perceber-te ouvir-te e dialogar sobre o assunto.

Voltar para “Pergunte ao Psicólogo”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes