auto-confiança

Espaço dedicado ao público em geral: aqui poderá apresentar as suas questões e dúvidas, e contar com o apoio dos utilizadores deste fórum. IMPORTANTE: leia as Regras de Utilização antes de participar
Regras do Fórum
-----------
O Psicologia.pt não é responsável pelas intervenções dos vários participantes neste Fórum, sendo o teor desses conteúdos, bem como a utilização que se faça dos mesmos, da exclusiva e total responsabilidade de cada utilizador.
Com o objectivo de permitir o total anonimato, o fórum "Pergunte ao Psicólogo" é o único onde é possível a publicação de tópicos por utilizadores não registados.
Ao mesmo tempo, e como deve ser do entendimento de todos, o carácter "anónimo" dos fóruns faz com que este espaço não ofereça condições para interações que se desenvolvam para além da mera "troca de opiniões".
É expressamente proibida neste fórum a divulgação de serviços de psicologia bem como de quaisquer contactos de psicólogos (nomes, nºs de telefone, moradas e outros contactos).
O Psicologia.pt não se responsabiliza pelo rigor técnico e científico, idoneidade e respeito pelos princípios éticos e deontológicos de toda e qualquer participação.
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

auto-confiança

Mensagempor Alexandre_G » sábado jun 30, 2007 9:10 am

O que fazer para se ter mais auto-confiança???
Clarissa
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 76
Registado: quarta out 11, 2006 1:05 pm
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor Clarissa » domingo jul 01, 2007 9:58 am

Alexandre,

A auto-confiança está relacionada com a auto-estima, que em termos gerais diz respeito a opinião e ao sentimento que temos por nós próprios, se temos boa auto-estima devemos ser capazes de respeitar, confiar e gostar de nós próprios.

Quando a auto-estima está comprometida é comum sentir-se inadequado, inseguro, com dúvidas, incerto do que realmente é, com um sentimento vago de não ser capaz. Muitas vezes desenvolve-se um sentimento de insegurança muito profundo, desistindo-se facilmente de tudo que se começa.

Quando estes sentimentos negativos persistem por grandes períodos de tempo é possível que a pessoa desenvolva uma depressão, que já é uma patologia bastante grave. Muitas vezes a baixa auto-estima pode ser superada com a ajuda e apoio de amigos e famíliares, ou com o início de novas atividades (desporto, pintura, grupos de canto, teatro, etc) onde a pessoa possa afirmar-se em novas áreas de conhecimento. Quando todas estas tentativas falharam é recomendável procurar a ajuda de um psicólogo, que poderá avaliar se existe ou não a necessidade de procurar também a ajuda de um psiquiatra.

Atenciosamente,
Clarissa Lobo
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

Mensagempor Alexandre_G » quarta jul 04, 2007 7:47 pm

Uma pessoa só por si mesma não pode ser mais auto-confinte???
Será que não há exercicios que possam fazer com que uma pessoa possa saber os caminhos a seguir para que tenha mais força e mais confiança???

A minha duvida é como dizer para nós próprios que somos capazes, como meter isso na cabeça e ir fazer as coisas sempre e sempre mesmo que se falhe ou mesmo que tenha que aprender com o erro??

O que se fazer para se auto motivar???

Imagine uma coisa... uma pessoa que dantes fazia as coisas bem e depois com o passar do tempo agora já acha que não é capaz e por estranho que pareça aquilo que antes fazia bem agora mete duvidas incertezas se é capaz ou não e por vezes ou quase sempre surgem perguntas pq é que aquilo é assim ou pq é que aquilo se faz daquela maneira ou pq e pq e pq????
Um pessoa chega ao ponto de meter em questão se sabe fazer ou não sabe... como combater isso, como fazer as coisas sem estar sempre com pensamentos e perguntas que se for preciso até tem resposta mas o certo é que não entra na cabeça???
como combater isso???

Parece que uma pessoa se sente estranha que alguma coisa ali não está bem... como se sentisse que não sou eu...

anatigamente as coisas naõ eram assim mas agora que parece que tudo anada á volta de pensamentos e pensamento e rituais até pq eu tenho perturbação obsessiva compulsiva...

Tantas perguntas para a qual não se tem resposta...

Abraços



Grande abraço
Ana Rita
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1794
Registado: terça ago 31, 2004 1:44 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor Ana Rita » quarta jul 04, 2007 10:28 pm

Alexandre_G,

A Clarissa respondeu, e muito bem, a algumas das suas questões. No entanto, como já disse noutro tópico, neste fórum não encontrará a ajuda de que necessita verdadeiramente.
Parece ter muitas questões que estão a interferir com a sua vida, e por esse motivo é importante que procure apoio psicológico. Assim, poderá colocar todas as suas dúvidas e a aprender a encontrar as respostas. Além disso, se sofre de perturbação obsessiva-compulsiva, mais uma razão para não hesitar em recorrer a ajuda profissional.
Boa sorte! Cumprimentos
Se caíres sete vezes, levanta-te oito.
Clarissa
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 76
Registado: quarta out 11, 2006 1:05 pm
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor Clarissa » quinta jul 05, 2007 8:24 am

Alexandre,

A auto-confiança e a auto-estima estão muito relacionadas com a aceitação e afirmação dos outros sobre nós próprios, o homem vive em sociedade e como tal para afirmar-se precisa do reconhecimento das outras pessoas.

Neste sentido, sinto muito, mas não conheço nenhum método no qual possa alcançar os seus objectivos de maneira individual. Talvez até exista algo que possa fazer por si de forma individual, mas eu não conheço.

Não esqueça que ser capaz de pedir ajuda não é sinal de fraqueza, mas indica uma grande capacidade interior em lutar por aquilo que se pretende alcançar, portanto, indica que existe uma boa auto-percepção das necessidades pessoais e perseverança em alcançar objectivos.

Atenciosamente,
Clarissa Lobo
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

Mensagempor Alexandre_G » sábado jul 07, 2007 5:53 pm

Olá..

Olha por exemplo jogar á bola.. antes sei que fazia isso bem e que por vezes não corria bem é certo, mas não havia pensamentos ou perguntas ou duvidas essas coisas que chateiam.. fazia e ás vezes corria bem outras vezes mal.. mas era o normal da vida.
Agora parece que tenho que estar sempre a ver se as pessoas fazem as mesmas coisas que eu para ter a certeza que fazem as mesmas coisas e ás vezes olho e olho e olho.. até de facto ter a sensação que as coisas são mesmo assim... é uma cena louca , mas o certo é que me chateia e muito.
Sabes o que é uma pessoa pergunta-se pr não se vé ela pópria??ou tentar perceber se as pessoas vem-me a mim da mesma maneira que eu as vejo a elas???
Tentar meter-me no papel delas para perceber e perguntar para mim mesmo se elas fazem as mesmas coisas?? se pensam aquilo que eu penso se fazem aquilo que eu faço??isto até nas coisas mais simples de facil resposta, e eu até posso saber a resposta , mas não me convenço disso.
Tipo imagina que vais a conduzir e fazes perguntas pq é que se conduz assim pq é que eu vejo as coisas desta maneira...etc.
Tipo meter as maõs na minha cara para percebr que apesar de não me conseguir ver a mim própro que tenho aquilo que as outras pessoas tem...
Eu sei que sei fazer as coisas, mas com tanta duvida uma pessoa já mete em questão tudo e mais alguma coisa.


Abraços.

Espero ter esplicado mais ou menos..
Clarissa
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 76
Registado: quarta out 11, 2006 1:05 pm
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor Clarissa » domingo jul 08, 2007 10:46 am

Alexandre,

Achei a sua explicação um pouco confusa, mas pelo que percebi não foram as outras pessoas que mudaram, mas o grau de exigência sobre você mesmo em tudo o que faz. Parece que associado a este perfeccionismo cada vez maior está um sentimento de estranheza que evidencia uma sensação de não fazer parte ou ser difrente dos outros.

Acredito, sinceramente, que poderia beneficiar-se de uma psicoterapia, mas espero que seja qual for a decisão que tomar, possa realmente sentir-se melhor com o tempo.

Cumprimentos,
Clarissa Lobo
anasofia
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 425
Registado: sábado fev 24, 2007 2:02 am

Mensagempor anasofia » terça jul 10, 2007 8:31 pm

Olá,
Assim como disse a Clarisse, eu achei a explicação um pouco confusa. O que eu entendi é que, por vezes, gostavas de saber o que os outros pensam acerca de ti.
O meu conselho não passa disso mesmo: um conselho, pelo que recomendo uma conversa com alguém especializado na matéria.
Parece-me que a tua auto-estima está um pouco em baixo, o que te faz querer que os outros gostem de ti e que pensem que fazes bem as coisas... Mas pensa, se tu próprio achas que não jogas bem á bola, se tens pensamentos negativos acerca daquilo que és/fazes, como queres que os outro te apreciem? A auto-confiança será alcançada se conseguires aceitar aquilo que és e sabes fazer. As pessoas vão gostar de ti não por aquilo que queriam que tu fosses, mas sim por aquilo que tu realmente és.


Ana
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

Mensagempor Alexandre_G » quarta jul 11, 2007 12:49 pm

Eu todos os dias luto para que as coisas sejam melhores do que estavam... verdade que sim...

Imagina por exemplo fazeres uma coisa naturalmente e depois ficares apensar como o fizeste ou pq é que tem que ser feito assim???

Por exemplo imagina que fazes uma finta no futebol, já que jogas, e fazes aquilo com a maior naturalidade e depois pensas pq é que fizeste assim e ou pensas pq é que tem que ser assim???

Cenas estupidas perguntas sem nexo sem lógica , mas que te chateiam a cabeça e que te desconcetram totalmente pq não consegues estra a jogar á bola sem a cabeça limpa sem nada a chatear...não há sempre pensamentos que te incomodam por muito tolos que sejam é verdade, é certo, epa mas chateiam, conseguem fazer com que uma pessoa se sinta estranha, tipo parecendo até que não sou eu... A questão é como fazesres as coisas com naturalidade sem estra log de seguida com esse tipo de pensamentos.... como...como fazer isso?? e por muito que tu os tentes afastar , acredita que pior fazes, assim parece que não saem mesmo ou não caem no esquecimento.
As vezes eu faço as coisas na boa com a maior naturalidade e sem estar com pensamentos logo a seguir, é certo pq há momentos que me esqueço e que até estou concentrado, mas de um momento para o outro vem um pensamento qulquer que seja ele á cabeça e logo me desconcentro e depois é um ciclo vicioso, já se pensa em tudo e mais alguma coisa, como se tivesse que saber tudo, como se tivesse que haver resposta para tudo.
SABER TUDO E MAIS ALGUMA COISA.

Eu antes fazia as coisas como uma pessoa normal, se bem que já tinha este tipod e situação , mas não pensava nisso, tipo fazia as coisas e pensava no que tinha feito , mas uma pessoa já não se lembrava bem e olha seguia para a frente e agota é como já disse tem que haver perguntas duvidas e respostas para eu ter a ideia e sentir que sei que as coisas estão controladas que sei fazer as coisas bem e sei como as faço tenho que ter a ideia que sei.

Tipo ás vezes quando me vém algum pensamento á cabeça e não tenho resposta, logo tenho que arranjar uma resposat ou sentir que sei aquilo explicando ou dando um sinónimo etc...

É muito mau uma pessoa andar sempre com acabeça cheia de pensameentos que aborrecem e que desgastam uma pessoa psicológicamente. I magina por exemplo tu dizes uma palavra qualquer e eu por pensamento tenho que arranjar logo um sinónimo dessa palavra ou então arranjar maneira de a explicar para depois dizer tipo para mim " eu sei o que ele quis dizer" ou "eu percebi" ou até mesmo alguma palavra que eu próprio diga assim naturalmente e depois me vir ao pensamento que sei mais ou menos o que a palavra segnifica, mas mais ou menos não chega tenho que logo se for preciso dizer um sinónimo e ou dizer , explicar aquela pavra para ter a idéia que sei .

Agora e tu sempre a lutar para não pensares ou teres que explicar ou para fazer as coisas de maneiar a que tenhas a ideia que sabes, quando tu próprio tens a noção que aquilo não te dá nada que é simplesmente um sintoma da tua doença e que os riruais que fazes não te dão nada , apenas te desgastam e te fazem mal e mesmo assim apesar disso ás vezes pronto lá me consigo aguentar umas vezes melhores que outras, mas pronto.

É um esforço muito dificil, mas que tem que ser feito pois prefiro andar desgastado de lutar do que andar desgastado de andar sempre a fazer rituais que não me dão nada de nada.

Imagina olhares para uma fotografia e teres a idéia que não viste essa foto como querias ver e então estás sempre a olhar para ela até teres a sensação que de facto viste a foto como querias , mas sem dares por ela olhaste para a foro n de vezes e no entanto enquanto estás a com graus de ansiedade muito grandes pq tens exacatamente a sensação que não estás a fazer bem, e dpois quando fazes bem é um alivio demias pareec uma panela de pressão a tirar o ar quente para fora, e depois passado um bocado olhas para uma coisa qualquer e tens novamente a ideia que não viste bem... e vira o disco e toca o mesmo... na cabeça está o pensamento para olhar... e eu no entanto não quero olhar pq não me dá nada de novo e sei que simplesmente estou a fazer um ritual e no entanto um grau de ansiedade brutal que tens e que te faz olhar ou fazer algo simplesmente para fazer um ritual que nada te dá...
No entanto há sempre perguntas a fazer duvidas incertezas, até mesmo nos pequenos promenores e ora estás afzer perguntas e a meter duvidas nas coisas ora noutras estás a fazer rituais , aquela que já disse atrás.

Depois as coisas que fazes ou dizes ou pensas tens que as fazer trés vezes sabe-se lá pq o certo é que se não o fizer fico com ansiedades brutaie e não consigo estar ao pé de ninguém, pq posso dizer coisasque não quero quando as pessoas não tem culpa nenhuma, mas como estão a interronper os meus rituais eu fico louco.

Não é facil...

Gostava de se r a pessoa que eu era... fazer as coisas normais...demaneira normal sem estra a fazer as coisas que já á pouco disse atrás...

Abraço
bafenzorg
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 18
Registado: quarta fev 07, 2007 5:27 pm
Contacto:

Mensagempor bafenzorg » quarta jul 11, 2007 8:07 pm

bom post Ana :D
anasofia
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 425
Registado: sábado fev 24, 2007 2:02 am

Mensagempor anasofia » quinta jul 12, 2007 10:59 am

Olá, Alexandre.

Não sou propriamente a pessoa mais indicada para te responder, mas eu noto em ti um comportamente obsessivo.
Gostava que me respondesses a uma questão: este comportamento apareceu sem mais nem menos?
anasofia
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 425
Registado: sábado fev 24, 2007 2:02 am

Mensagempor anasofia » quinta jul 12, 2007 11:01 am

bafenzorg Escreveu:bom post Ana :D


Olá, estava a referir-se ao meu post?
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

Mensagempor Alexandre_G » segunda jul 16, 2007 5:50 pm

ISTO APARECEU Á COISA DE 2 ANOS PARA CÁ...ANTES TINHA ESTES RITUAIS , MAS NÃO PENSAVA MUITO NELES...
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

Mensagempor Alexandre_G » sexta ago 10, 2007 6:01 pm

Será possivel uma pessoa meter em causa uma coisa que fazia bem de um momento para o outro???
Será que as duvidas e incertezas podem levar uma pessoa a esse ponto em que já metam tudo em causa???Começa a meter-se em causa uma coisa e depois quando se vai a vaer já se mete tudo em causa, simplesmente pq não tem se tem certezas das coisas, ou se as pessoas fazem as mesmas coisas que nós???

Será possivel???
Tão dificil construir e tão facil destruir...
anasofia
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 425
Registado: sábado fev 24, 2007 2:02 am

Mensagempor anasofia » sábado ago 11, 2007 2:36 pm

Alexandre, nao penses demasiado nos probelmas... Pensar também dói!
É verdade que a definição bem/mal é subjectiva.. Alguns podem achar que fazes muito bem uma coisa, outros podem achar que não. Mas porque é que tudo isto tem de te incomodar tanto? Ninguém é perfeito. Garanto que ninguém no mundo é apreciado por todos, nem ninguém é completamente normal ou anormal... Somos iguai, cada um com seu defeito, cada um com sua qualidade... Não precisamos de colocar tudo em duvida, precisamos apenas entender que somos humanos, que erramos, e que não somos eternos e que, por issso mesmo, temos de reconhecer que não somos piores que os outros e que não podemos passar toda a vida qa pensar no que gfazedmos mal.. Senão é que passamos mesmo toda a vida sem fazer nada bem!
O homem solitário ou é uma besta ou é um Deus. (Aristóteles)
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

Mensagempor Alexandre_G » sábado ago 11, 2007 8:10 pm

Olá...

Tu tens razão naquilo que dizes sem duvida que sim, mas ás vezes só para estarmos um pouco tranquilos pensamos naquilo e quando damos por ela já estamos a pensar naquilo de uma maneira obsessiva...

Eu vou chegar lá...

Obrigado pela força
anasofia
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 425
Registado: sábado fev 24, 2007 2:02 am

Mensagempor anasofia » sábado ago 11, 2007 10:34 pm

Exactamente, não dúvido que vais chegar lá!! :D
O homem solitário ou é uma besta ou é um Deus. (Aristóteles)
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

descanso

Mensagempor Alexandre_G » terça set 04, 2007 8:49 am

Olá a todos...

Já não vinha aqui á algum tempo, pois a entrega do relatóriod e estágio tirou-me algum tempo...
A pat fala de facto numa coisa muito importante, como se desligar do pensamento?
Eu já uma vez meti essa questão aqui , mas foi por outras palavras, tipo como se deixa de pensar numa coisa que está sempre no pensamento??
A mim eu faço um esforço tremendo para me tentar abstrair das coisas e fazer como que aqueles pensamentos não me desconcentrem daquilo que estou a fazer, claro que não é facil...
A meditação é algo que não experementei, mas o que o que costumo fazer é ir á procura de algo que tente distrair, para pelo menos fazer com que não pense tanto nas coisas...
Ontem estava a treinar e estava contente e alegre e de um momento para o outro vem-me coisas sem jeito nenhum á cabeça e fico logo mal disposto, triste e com grandes alterações de humor...
Ai começa a surgir as duvidas o que faz com que a nossa confiança e estima fique afectadas ainda mais...meto-me a pensar se sei fazer as coisas se vou conseguir...e o certo é que vou fazer as coisas já com aquilo no pensamento o que logo á priori ainda faz com que as coisas ainda sejam mais dificeis...

A caminhada continua....

Abraços
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

Mensagempor Alexandre_G » segunda out 29, 2007 12:25 am

Olá pessoal...

Vim para desabafar um pouco, pois aqui posso á vontade dizer o que vai na alma tranquilamente...ainda bem...
Sinto-me melhor quando venho aqui...
Ontem tive jogo de futebol e correu muita muita mal mesmo, pois uma pessoa por muito que tente quando tem a mente invadida com pensamentos loucos e sem jeito nenhum é o que dá. Eu tento concentrar-me e dizer para mim que sei fazer as coisas e que da proxima vez vai correr melhor, mas o certo é que as coisas não saem bem como eu quero... Eu quero fazer as coisas sem pensamentos sem meter duvidas em nada e se não fizer bem que seja pq eu não consigo e não por razões que já disse atrás...
Eu sei o que tenho a fazer e é continuar a lutra sem nunca desistir, mas ás vezes confesso que não é facil pois este tipo de situação tira-me muitas energias e acaboi por ficar por pouco triste e aliás muito triste. Uma pessoa meter duvidas naquilo que dantes fazia bem e falo de tudo até mesmo ao mais pequeno pormenor e fico chateado pq sei que aquilo são sintomas de uma doença que tenho mas o certo é que me consegue fazer vacilar... é impressionate quando uma pessoa está a fazer as coisas bem na boa sem pensar em nada simplesmente naquilo e de um momento para o outro já está a meter em causa aquilo que anteriormente estava a fazer... demais...possa...
E depois a nosso auto-estima, a nossa auto-confiança fica abalada pois uma pessoa está mal e quando as coisas não saem bem uma pessoa ainda fica pior... depois são as pessoas que não sabem aquilo que estamos a passar no nopsso interior e falam e falam... já não somos os mesmos que jão não valemos nada que algo se passa e eu a pensar para mim pois...passa-se mesmo alguma coisa mas não podem saber de nada pq não se pode saber... eu quero ser eu sem este problema e é certo que para a frente é qye é caminho, mas de vez em quando lá me fico e não consigo esconder a minha tristeza.
É um facto que já há coisas que consigo controlar, mas confesso que ainda não sei como me concentrar totalmente naquilo quer estou a a fazer sem pensamentos sem nada, simplesmente concentrado naquilo que estou a fazer...só isso.. eu só quero ficar bom e ser eu sem este problema...

Foi só um desabafo...

Abraço
Alexandre_G
Membro Amador
Membro Amador
Mensagens: 54
Registado: segunda fev 12, 2007 2:29 pm

Mensagempor Alexandre_G » terça nov 06, 2007 3:44 pm

Olá pessoal...

As coisa não me andam a sair bem , parece que aunto mais quero pior me acontece... impressionante...uma pessoa parece que sente estranha , parece que não sou eu, parece que há algo de errado... então a nivel deportivo... uma pessoa tenta , mas não dá e até parece que atrai as coisas más , parece que cai tudo em cima de uma pessoa ao mesmo tempo.

Como é que se recupera uma pessoa que está mesmo em baixo para que ela tenha auto-confiança e auto-estima???Uma pessoa antes fazia as coisas e agora não consegue pq???

Eu não sou de virar as costas ás lutas, mas por vezes só apetece mesmo...

Eu não quero deixar d efazer as coisas quando estou mal, pois ai há que lutar e não virar as cosats á luta, uma pessoa sabe disso, mas ás vezes é muito dificil...eu quero deixar de fazer as coisas quando estiver bem pois ai é sinal que lutei para ficar bem... agora neste momento não estou a ir pelo caminho certo...

é tudo...poc...falta de auto-confiaça...falta de auto-estima... e eu quero paz e sossego e simplemente ser eu ...sem estes problemas...

Abraço

Voltar para “Pergunte ao Psicólogo”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes