Dúvidas

Espaço dedicado ao público em geral: aqui poderá apresentar as suas questões e dúvidas, e contar com o apoio dos utilizadores deste fórum. IMPORTANTE: leia as Regras de Utilização antes de participar
Regras do Fórum
-----------
O Psicologia.pt não é responsável pelas intervenções dos vários participantes neste Fórum, sendo o teor desses conteúdos, bem como a utilização que se faça dos mesmos, da exclusiva e total responsabilidade de cada utilizador.
Com o objectivo de permitir o total anonimato, o fórum "Pergunte ao Psicólogo" é o único onde é possível a publicação de tópicos por utilizadores não registados.
Ao mesmo tempo, e como deve ser do entendimento de todos, o carácter "anónimo" dos fóruns faz com que este espaço não ofereça condições para interações que se desenvolvam para além da mera "troca de opiniões".
É expressamente proibida neste fórum a divulgação de serviços de psicologia bem como de quaisquer contactos de psicólogos (nomes, nºs de telefone, moradas e outros contactos).
O Psicologia.pt não se responsabiliza pelo rigor técnico e científico, idoneidade e respeito pelos princípios éticos e deontológicos de toda e qualquer participação.
Algarvia
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 3
Registado: terça jan 22, 2008 2:02 pm
Localização: Algarve

Dúvidas

Mensagempor Algarvia » quarta jan 30, 2008 2:27 pm

Boas! Pretendia o V/ aconselhamento profissional para a seguinte questão:
- O meu marido tem um perfil aberto num chat e através dele conversa com mulheres, dando-lhes o seu e-mail para conhecer melhor. Todas estas mulheres são de outros países ou de cidades longe do local onde vivemos. Estqa situação está-me a deixar com insegurança e desconfiança em relação a ele. Embora saiba que é fisicamente impossível haver algum tipo de relacionamento físico deixa-me deveras incomodada o facto de ele querer conversar e conhecer melhor outras mulheres. Mulheres que não conhece de lado nenhum. Será isto algum tipo de comportamento para se auto-afirmar, para se sentir melhor com ele mesmo? Agradecida por uma resposta vossa
Beija-flor
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 499
Registado: quinta jan 05, 2006 7:59 pm

Re: Dúvidas

Mensagempor Beija-flor » quarta jan 30, 2008 2:29 pm

Algarvia Escreveu:Todas estas mulheres são de outros países ou de cidades longe do local onde vivemos.


Esta questão torna-se relativa em comunicações na internet... Nunca se sabe se estamos a falar com os vizinhos do lado ou com alguém da China..
Ana Rita
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1794
Registado: terça ago 31, 2004 1:44 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor Ana Rita » quarta jan 30, 2008 2:32 pm

Ola Algarvia,

O melhor será falar abertamente com o seu marido acerca das dúvidas quem tem, o que a incomoda e porque motivo. Será importante também ouvir o lado dele, e dar-lhe a oportunidade de lhe transmitir porque tem esse perfil e porque gosta de comunicar com outras mulheres. Só depois de terem essa conversa é que poderão perceber até que ponto isto está ou não a afectar a vossa relação.
Poderá ou não ser uma forma de se sentir melhor com ele próprio, mas nada melhor do que ser ele a dizer-lhe.
Se caíres sete vezes, levanta-te oito.
Algarvia
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 3
Registado: terça jan 22, 2008 2:02 pm
Localização: Algarve

Mensagempor Algarvia » quarta jan 30, 2008 2:47 pm

Obrigada pelas v/ respostas. Em relação a falar com ele, um dias destes surpreendi-o qd cheguei a casa a falar no msn com uma amiga. Ele não sabe que eu sei que tem esse perfil. Mostrei-me muito zangada por ele estar a falar com uma mulher que eu não conhecia e aproveitei para lhe dizer que sabia de casos de mulheres que os maridos andavam em chats a flirtar com outras mulheres e que isso era um comportamento mau. Não lhe disse directamente para ele. Ele disse-me que não tinha nenhuma razão para estar assim, que ele não estava a fazer nada de mal, que estava a falar com uma amiga e isso não tinha nada de mal. Estivemos a conversar algum tempo, em que eu lhe disse que não gostava de desconfiar dele mas que não gostava de mentiras. Portanto não lhe falei directamente do tal perfil e do que sabia. Penso que nessa altura me fiz entender acerca desse assunto. No entanto passado uns dias ele continuou e continua a fazer. Não sei o conteúdo das conversas. Mas fico insegura em relação a isso. Também não quero abordar a situação pq para isso teria que lhe dizer que o andei a " espiar " e entrar no tal site com a password dele que descobri. Isso talvez fosse pior admitir isso. Tenho tentado abstair-me da questão mentalizando-me que não se passa nada de especial, é só uma questão de ele se " sentir desejado ", mas no entanto volta e meia veêm- questoões à cabeça. Na nossa vida nunca tive razões para desconfiar dele.
Avatar do Utilizador
anaallo
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 50
Registado: quarta jun 27, 2007 11:09 am
Localização: Coimbra

Mensagempor anaallo » segunda fev 04, 2008 1:14 pm

Bem, como se costuma dizer, a mentira tem perna curta. Os segredos num casal acabam por ter efeito bola de neve, o que tem a sua base, por vezes, em erros comunicacionais. Assim, creio que deverá ter uma conversa franca e ser assertiva, procurando escutar o seu marido sem julgamentos para não o pôr na defensiva. Poderá confrontá-lo com a sua preocupação, explicando o modo como se sente com essas divagações na net:)


Cumprimentos,
Ana Lopes
Sil
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 307
Registado: quarta jun 13, 2007 5:34 pm

Mensagempor Sil » sexta fev 08, 2008 11:32 am

Olá Algarvia!

Fingir que não se passa nada não a deverá ajudar muito. Penso que poderá inclusive aumentar a sua desconfiança (seja ela fundamentada ou não).
Converse com o seu marido demonstrando-lhe o que os comportamentos dele se reflectem em si e, tal como uma colega disse, ouça-o também. Por vezes é dificil mas tente ter uma conversa partilhada a dois e não um monólogo.

Se não se sentir à vontade, porque não procurar a ajuda de um profissional (que não neste espaço, pois poderá ter um diálogo mais dinâmico, com respostas mais direccionadas ao seu caso especifico).

Voltar para “Pergunte ao Psicólogo”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes