Contacto visual

Espaço dedicado ao público em geral: aqui poderá apresentar as suas questões e dúvidas, e contar com o apoio dos utilizadores deste fórum. IMPORTANTE: leia as Regras de Utilização antes de participar
Regras do Fórum
-----------
O Psicologia.pt não é responsável pelas intervenções dos vários participantes neste Fórum, sendo o teor desses conteúdos, bem como a utilização que se faça dos mesmos, da exclusiva e total responsabilidade de cada utilizador.
Com o objectivo de permitir o total anonimato, o fórum "Pergunte ao Psicólogo" é o único onde é possível a publicação de tópicos por utilizadores não registados.
Ao mesmo tempo, e como deve ser do entendimento de todos, o carácter "anónimo" dos fóruns faz com que este espaço não ofereça condições para interações que se desenvolvam para além da mera "troca de opiniões".
É expressamente proibida neste fórum a divulgação de serviços de psicologia bem como de quaisquer contactos de psicólogos (nomes, nºs de telefone, moradas e outros contactos).
O Psicologia.pt não se responsabiliza pelo rigor técnico e científico, idoneidade e respeito pelos princípios éticos e deontológicos de toda e qualquer participação.
suki
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 1
Registado: domingo out 05, 2008 6:43 pm

Contacto visual

Mensagempor suki » domingo out 05, 2008 7:14 pm

Olá!
Última edição por suki em segunda out 13, 2008 11:47 pm, editado 1 vez no total.
AbLaZe
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1498
Registado: sexta jun 01, 2007 12:27 pm
Localização: Neverland

Mensagempor AbLaZe » domingo out 05, 2008 7:54 pm

A comunicação entre duas pessoas implica uma determinada proporção de olhares que ambos sabem dosear, conforme a situação. Existem diferenças individuais em relação ao uso do olhar de acordo com a personalidade do sujeito: as pessoas que são extrovertidas utilizam olhares mais prolongados do que as pessoas introvertidas.
O olhar tem um papel variado na interacção, daí que olhar nos olhos do outro não seja tarefa fácil, suki. Através do olhar podemos indicar se o conteúdo de uma comunicação ou interacção nos interessa, evitando assim o silêncio. Olhar exprime emoções: quando os olhos se encontram, ficamos a saber como a outra pessoa se sente, mas também ela fica a saber que nós conhecemos o seu estado de espírito. O olhar reflecte a natureza da relação interpessoal e diz-nos sempre algo sobre o tipo de relação.
O contacto ocular refere-se ao olhar que uma pessoa dirige para o olhar da outra. Neste campo, estudam-se dois aspectos essenciais: a frequência do contacto ocular e o tempo desse contacto ocular. O feedback é fundamental numa interacção, isto é, quando alguém fala, precisa de saber que é ouvido, tal como quem ouve precisa de sentir que a sua atenção é notada. Estes dois requisitos são cumpridos através de um adequado uso do contacto ocular.
As pessoas que gostam umas das outras mantém um contacto ocular muito maior; a frequência com que olhamos para o outro é um grande indicador de interesse e agrado. O evitar olhar ou o olhar fugaz ou ocasional é impeditivo de um retorno de informação. O emissor que evita o contacto ocular pode ver a sua credibilidade posta em causa.
A frequência do olhar para o outro aumenta quando se está muito afastado, quando falamos de temas simples ou interpessoais, se uma pessoa é extrovertida, quando existe um interesse pelo outro, quando o outro nos interessa amorosamente, ou se a outra pessoa envia sinais positivos de resposta. Esta frequência diminui quando estamos muito juntos, se estamos a falar sobre assuntos íntimos ou difíceis, se não gostamos da outra pessoa, se somos introvertidos, ou se não existe um interesse nas reacções por parte da outra pessoa.
A experiência de ser olhado quando dura pouco é, por estas razões, agradável e recompensadora. No entanto, se essa experiência dura mais, vai criar uma sensação de incómodo e de ansiedade em ambos os interlocutores.

O que aconselho suki a fazer é analisar esse comportamento de evitação ocular e verificar se é acompanhado por outros sintomas. Pense em presença de quem esses sintomas aparecem e ao falar sobre que assuntos.
Depois, retorne as suas conclusões aqui para o Fórum, para melhor podermos ajudar!

Boa análise!
Vi Veri Veniversum Vivus Vici
FerreiraNuno
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 12
Registado: quarta abr 09, 2008 9:39 pm
Localização: Aveiro
Contacto:

Mensagempor FerreiraNuno » quinta out 09, 2008 10:16 pm

Acho que aquilo que o ablaZe deixoue escrito deixou tudo muito claro!
parabens pelo assunto Suki e parabens pela explicaçao ablaZe
NunoF
Membro Guru
Membro Guru
Mensagens: 1328
Registado: segunda jul 02, 2007 9:04 pm
Localização: Pizzaria

Mensagempor NunoF » quinta out 09, 2008 10:21 pm

FerreiraNuno Escreveu:Acho que aquilo que o ablaZe deixoue escrito deixou tudo muito claro!
parabens pelo assunto Suki e parabens pela explicaçao ablaZe


Rapaz, a Ablaze é uma senhora, mas ela não leva a mal :lol: :lol: :lol:
Vendo pizzas congeladas :D
AbLaZe
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1498
Registado: sexta jun 01, 2007 12:27 pm
Localização: Neverland

Mensagempor AbLaZe » sexta out 10, 2008 12:07 am

Obrigada pelo teu comentário, FerreiraNuno, apesar de me trocares o sexo. 8)
E obrigada, cavaleiro NunoF, na defesa das damas do Fórum...

suki, quanto ao teu problema, se quiseres podes enviar-me mensagem privada (MP) ou deixar aqui escrito algo mais sobre o que tens passado. Dar-te-emos algumas orientações para que ultrapasses esse "olhar fugidio" da melhor maneira!
Vi Veri Veniversum Vivus Vici
FerreiraNuno
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 12
Registado: quarta abr 09, 2008 9:39 pm
Localização: Aveiro
Contacto:

Mensagempor FerreiraNuno » sexta out 10, 2008 7:11 pm

AbLaZe Escreveu:Obrigada pelo teu comentário, FerreiraNuno, apesar de me trocares o sexo. 8)
E obrigada, cavaleiro NunoF, na defesa das damas do Fórum...

suki, quanto ao teu problema, se quiseres podes enviar-me mensagem privada (MP) ou deixar aqui escrito algo mais sobre o que tens passado. Dar-te-emos algumas orientações para que ultrapasses esse "olhar fugidio" da melhor maneira!


Peço imensa desculpa!

Voltar para “Pergunte ao Psicólogo”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes