Aos Psicólogos das Escolas

Espaço dedicado ao público em geral: aqui poderá apresentar as suas questões e dúvidas, e contar com o apoio dos utilizadores deste fórum. IMPORTANTE: leia as Regras de Utilização antes de participar
Regras do Fórum
-----------
O Psicologia.pt não é responsável pelas intervenções dos vários participantes neste Fórum, sendo o teor desses conteúdos, bem como a utilização que se faça dos mesmos, da exclusiva e total responsabilidade de cada utilizador.
Com o objectivo de permitir o total anonimato, o fórum "Pergunte ao Psicólogo" é o único onde é possível a publicação de tópicos por utilizadores não registados.
Ao mesmo tempo, e como deve ser do entendimento de todos, o carácter "anónimo" dos fóruns faz com que este espaço não ofereça condições para interações que se desenvolvam para além da mera "troca de opiniões".
É expressamente proibida neste fórum a divulgação de serviços de psicologia bem como de quaisquer contactos de psicólogos (nomes, nºs de telefone, moradas e outros contactos).
O Psicologia.pt não se responsabiliza pelo rigor técnico e científico, idoneidade e respeito pelos princípios éticos e deontológicos de toda e qualquer participação.
Ana Rita
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1794
Registado: terça ago 31, 2004 1:44 pm
Localização: Lisboa

Aos Psicólogos das Escolas

Mensagempor Ana Rita » quarta mar 11, 2009 12:18 pm

Acabei de contactar a Ordem dos Dentistas porque as crianças e jovens das nossas escolas, nomeadamente as desfavorecidas, já estão com dentes definitivos "assassinados". Tendo em conta que nestes casos a prevenção já era, que os centros de saúde não disponibilizam esta especialidade e que os pais não têm meios de os levar ao privado, perguntei se há algo que se possa fazer.

Felizmente, há. Saiu agora uma nova legislação, podem consultar www.dgs.pt em micro-site da saúde oral, que vai permitir que todas as escolas sejam abrangidos por um protocolo de cooperação entre os agrupamentos e os centros de saúde. Será o "Cheque dentista" e contemplará as crianças e jovens de 7, 10 e 13 anos (não são todos os que necessitam, mas já é um começo). Os pais receberão o cheque para esse fim e têm de levar os filhos a médicos privados.

Estejam atentos ao site, pois este projecto está na iminência de começar a funcionar. Apesar de não ser especificamente a nossa função, penso que poderemos ajudar muitos miúdos a não ficarem desdentados quando chegarem aos 20 anos, mas que neste momento não ligam nenhuma a isso, nem mesmo os próprios pais, porque infelizmente estão mais preocupados em saber se vão ter jantar para dar aos filhos esta noite.

Todos sabemos as implicações psicológicas e sociais que uma boca não tratada pode trazer.
Se caíres sete vezes, levanta-te oito.
AbLaZe
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1498
Registado: sexta jun 01, 2007 12:27 pm
Localização: Neverland

Mensagempor AbLaZe » quarta mar 11, 2009 1:48 pm

Isto serve não só para os psicólogos das escolas! Vai ser muito útil para mim, visto que acompanho maioritariamente crianças, a maior parte delas carenciada.
Já costumava encaminhar os pais para o Centro de Saúde e para a Segurança Social, pois aqui em Espinho o núcleo de Saúde Oral funciona muito bem. Mas ter acesso a esta lista de profissionais aderentes é óptimo!
Obrigada, Ana Rita! 8)
Vi Veri Veniversum Vivus Vici
Bacelar
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 358
Registado: terça mar 04, 2008 3:10 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor Bacelar » sábado abr 18, 2009 10:36 am

Vou lamentalvelmente proceder à seguinte informação...

O que uns têm a menos, outros têm de mais!

Cara Rita e Ablaze, aqui a comadre estava no seu posto de trabalho e não tinha nada para fazer porque os miúdos s'o chegavam pouco tempo depois, e então resolveu estar a varrer a sala e a arrumar as salas...

Escusado ser'a dizer que as salas ficaram "inpack" para receberem os pirolitos... Antes dos miúdos chegarem, chegou uma colaboradora que se virou e disse "Mas foi voçê que arrumou a sala?" e eu "sim" ao que ela retorquiu "não tem nada que arrumar a sala, nao faz parte das suas funções"...

Fiquei feita parva e na ideia s'o me ia na cabeça "ok... não vou deixar a sala suja so porque os pequenos veem e vao suja-la de novo" "qual 'e o problema de eu oegar numa vassoura?"

Isto tudo para dizer... Os mi'udos com quem trabalho são fora de serie e tem a possibilidade de não ter problemas de dentição.. mas são
os adultos que os rodeiam que nem sempre se preocupam com eles ou mantem uma fachada de preocupação.

A seguinte senhora teve o desplante de me dizer que com a formação que eu tenho não devia sequer pegar numa vassoura e importar-me sequer com os miudos ... comentando que como os pais tem dinheiro etcetcetc

...

poix...


P.S. TOU A TECLAR DO MAGALHONIS PERDOEM ERROS ORTOGRAFICOS
Bacelar
Membro Sénior
Membro Sénior
Mensagens: 358
Registado: terça mar 04, 2008 3:10 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor Bacelar » sábado abr 18, 2009 10:40 am

enfim triste
vectrapc
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1382
Registado: domingo mai 08, 2005 9:10 pm
Localização: lisboa

Mensagempor vectrapc » sábado abr 18, 2009 10:58 am

O Magalhonis é porreiro!! Já ensina as crianças a darem erros e tudo!!! Hoje em dia o que inventam!! :lol: 8)
É melhor acender uma vela do que amaldiçoar a escuridão
Claudio V
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 217
Registado: sábado jul 05, 2008 12:02 am
Localização: Leiria / Coimbra
Contacto:

Mensagempor Claudio V » sábado abr 18, 2009 11:22 am

Eu vi a reportagem na SIC e fiquei mais culto. 8)
Fiquei a saber que "leão" se escreve "lião".
E eu que andei todos estes anos enganado... :cry:
"Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais. Somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos. Somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos, sem querer." Sigmund Freud
Ana Rita
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1794
Registado: terça ago 31, 2004 1:44 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor Ana Rita » sábado abr 18, 2009 6:31 pm

Bacelar Escreveu:Vou lamentalvelmente proceder à seguinte informação...

O que uns têm a menos, outros têm de mais!

Cara Rita e Ablaze, aqui a comadre estava no seu posto de trabalho e não tinha nada para fazer porque os miúdos s'o chegavam pouco tempo depois, e então resolveu estar a varrer a sala e a arrumar as salas...

Escusado ser'a dizer que as salas ficaram "inpack" para receberem os pirolitos... Antes dos miúdos chegarem, chegou uma colaboradora que se virou e disse "Mas foi voçê que arrumou a sala?" e eu "sim" ao que ela retorquiu "não tem nada que arrumar a sala, nao faz parte das suas funções"...

Fiquei feita parva e na ideia s'o me ia na cabeça "ok... não vou deixar a sala suja so porque os pequenos veem e vao suja-la de novo" "qual 'e o problema de eu oegar numa vassoura?"

Isto tudo para dizer... Os mi'udos com quem trabalho são fora de serie e tem a possibilidade de não ter problemas de dentição.. mas são
os adultos que os rodeiam que nem sempre se preocupam com eles ou mantem uma fachada de preocupação.

A seguinte senhora teve o desplante de me dizer que com a formação que eu tenho não devia sequer pegar numa vassoura e importar-me sequer com os miudos ... comentando que como os pais tem dinheiro etcetcetc

...

poix...


P.S. TOU A TECLAR DO MAGALHONIS PERDOEM ERROS ORTOGRAFICOS



É verdade Bacelar, mas olha, uma coisa que tenho aprendido desde que trabalho com crianças e jovens muito carenciados, é que em primeiro lugar vêm as convicções relativamente ao que posso fazer e ajudar e só depois as regras, as ordens e as opiniões dos outros. Por vezes, não pedir autorização, é a forma como me movimento. Errado? Sim, segundo o "protocolo", mas certo com a minha consciência e com resultados que me iluminam a alma... :wink:
Se caíres sete vezes, levanta-te oito.
Luis Silva
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 1
Registado: quarta mar 31, 2010 5:08 pm

Mensagempor Luis Silva » quarta mar 31, 2010 5:20 pm

Registei-me hoje no fórum, mas já conhecia o website através de um trabalho realizado para uma disciplina.

Já tinha visto este programa a apresentar na televisão, perguntei à minha directora de turma mas a mesma não me soube informar de mais nada.
O programa como consta na DGS: (A população-alvo são as grávidas e as crianças desde o nascimento até aos 16 anos de idade.)

A minha dúvida é sendo um jovem com 16 anos ainda posso usufruir da oferta do programa? :roll:

Voltar para “Pergunte ao Psicólogo”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 4 visitantes