Sentido da Vida...

Espaço dedicado ao público em geral: aqui poderá apresentar as suas questões e dúvidas, e contar com o apoio dos utilizadores deste fórum. IMPORTANTE: leia as Regras de Utilização antes de participar
Regras do Fórum
-----------
O Psicologia.pt não é responsável pelas intervenções dos vários participantes neste Fórum, sendo o teor desses conteúdos, bem como a utilização que se faça dos mesmos, da exclusiva e total responsabilidade de cada utilizador.
Com o objectivo de permitir o total anonimato, o fórum "Pergunte ao Psicólogo" é o único onde é possível a publicação de tópicos por utilizadores não registados.
Ao mesmo tempo, e como deve ser do entendimento de todos, o carácter "anónimo" dos fóruns faz com que este espaço não ofereça condições para interações que se desenvolvam para além da mera "troca de opiniões".
É expressamente proibida neste fórum a divulgação de serviços de psicologia bem como de quaisquer contactos de psicólogos (nomes, nºs de telefone, moradas e outros contactos).
O Psicologia.pt não se responsabiliza pelo rigor técnico e científico, idoneidade e respeito pelos princípios éticos e deontológicos de toda e qualquer participação.
Iniquidade
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 2
Registado: sexta jan 29, 2010 12:27 am

Sentido da Vida...

Mensagempor Iniquidade » sexta jan 29, 2010 1:01 am

Boas,

toda a minha vida tive este problema, durante milhares de noites deitei-me na minha cama e não consegui adormecer. como tenho uma imaginação muito fertil a minha cabeça poe-se a divagar e acaba sempre no mesmo. O sentido da vida, morte, tudo isso parece que me passa em flash pela cabeça e entro em pânico tento pensar noutras coisas mas não sou muito bem sucedido. não faz sentido tar aqui, fazer o bem para ser recompensado e ir parar ao ceu?? e depois o que se faz por lá? passa-se o resto da eternidade a fazer coisas fixes??? reencarnar?? foda-se se não me vou lembrar do que aprendi e do que sofri para que me serve morrer?? mais valia ser-mos todos imortais... nada faz sentido

Qual o sentido da vida?? é que sinceramente eu não tenho medo de morrer.. o meu maior medo é envelhecer.. ver os anos a passar... tenho 20 anos e para mim tou no auge de uma vida.. a partir de agora para mim vai tudo entrar em declínio até ter uma morte lenta e dolorosa de certeza mentalmente... eu se morrer novo, ao menos não vou estar a espera de algo inevitavel.. não vou ter como fugir... mas saber que vou morrer e o mais provável é não haver nada depois?? o que é que eu ando a fazer neste corpo, porque nasci como sou?? porque não sou filho de um multimilionário muito rico porque não nasci em africa... sinceramente acho que tenho uma vida medianamente boa e por duas vezes ja tive acidentes rodóviarios que me poderiam ter matado mas como costumo dizer... devo ter um anjinho a tomar conta de mim, a espera que eu tenha a pior morte possivel que eu imagino que é chegar a velho, não puder fazer nada e saber que vou morrer...

tudo isto passa pela minha cabeça sempre que estou na cama e não consigo dormir, entro em panico, tenho que me levantar, ir ver um filme fazer alguma coisa mesmo sabendo que tenho que me levantar cedo no dia seguinte... tal como descrevem o que se sente quando se pensa que vamos morrer, vemos a nossa vida toda a passar a frente dos nossos olhos eu vejo tudo isso quando estou na cama mas é o futuro, eu a envelhecer e a tornar-me em cinzas inúteis que nunca vão fazer diferença a ninguém.

Ha alguma maneira de me puderem ajudar? hipnose, algo que me faça pensar que o que eu estou a fazer neste planeta faz sentido? aqui estou eu a perder um ano de faculdade pois não tenho paciência para estudar e quero e aproveitar a vida antes que seja tarde de mais... EU SEI o que devia fazer, eu sei que todos os conselhos que me dão são para meu bem mas não consigo perceber o porque sequer de tar vivo e ter estas etapas para cumprir.. enquanto não perceber isso,acho que não vou conseguir continuar com a minha vida nem dormir descansadamente.

SE VOU MORRER PORQUE RAIOS E QUE APRENDO SOFRO E ME ESFORÇO???não faz sentido....

escrevi tudo isto sem pensar, um desabafo que pode até estar mal explicado mas gostaria mesmo que me ajudassem. para mim o que me custa mais não e saber que vou morrer... é saber que vou envelhecer preferia chegar aos 40 anos e atirar-me de um prédio.. mas sendo cristão e sabendo que suicídio dá direito a ir para o inferno prefiro acreditar que se me portar bem e fizer bem as coisas posso ir para um sitio melhor e não ficar fechado num caixão e desaparecer.
Ana Rita
Psicólogo Registado (PT)
Psicólogo Registado (PT)
Mensagens: 1794
Registado: terça ago 31, 2004 1:44 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor Ana Rita » sexta jan 29, 2010 4:33 pm

Olá "Iniquidade",

Muito provavelmente quase todos nós temos momentos em que parece que somos invadidos por um despertar e uma lucidez que nos faz questionar o que estamos todos aqui a fazer e qual o objectivo. Quando entramos nesse tipo de pensamento, torna-se um ciclo vicioso, pois todos os cenários, todas as situações são vistas pelo mesmo prisma. O que interessa sorrir, se um dia vamos chorar? O que interessa sentir-me amado ou amar se tudo isto um dia irá acabar? O que interessa acumular experiências e vivências, se no fim será igual para todos?

Não estarás apenas focado numa espécie de meta inevitável? Onde está o processo? Se tudo for visto sobre a perspectiva de que vai acabar, para quê começar? Para quê ouvires uma piada de um amigo que te faz "partires-te todo", se amanhã podes ouvir algo triste e ficar com vontade de chorar? Aquele momento, em que te ris, da piada, em que dás uma gargalhada, não valerá por si só?
Se calhar o sentido da vida é hoje, não o amanhã. E muitas vezes temos de saber abraçar o menos bom, tal como abraçamos o que é positivo.
Já que não escolhemos existir (pelo menos assim parece), vamos tirar algum proveito.

A velhice que estás a imaginar, não tem de ser a velhice que irás ter. Se te sentires realizado no presente, um dia o passado também te vai realizar e não ficarás tão ansisoso quanto ao futuro. Poderás sentir que quando te fores embora, já valeu a pena tudo o que passaste.

Se por outro lado, viveres a vida a pensar que um dia ela vai deixar de exisitr, e pior terás plena consciência disso, então quano olhares para o passado, ele não terá valido a pena e terá sido apenas uma confirmação daquilo que esperavas. E olha que é facil confirmarmos aquilo que queremos!

Como dizia, muitos de nós sentimos o que descreves, mas viver todos os dias com esse peso é muito disfuncional e tem sempre uma razão de ser algures na nossa história de vida. Um pouco de "ignorância" quanto aos propósitos da vida é saudável.
Caso a situãção se mantenha, aconselho-te a procurar um psicólogo e a fazer terapia. Verás que outra visão irá começar a competir com a que já tens durante a noite. Boa sorte!
Se caíres sete vezes, levanta-te oito.
Iniquidade
Membro Recém-Chegado
Membro Recém-Chegado
Mensagens: 2
Registado: sexta jan 29, 2010 12:27 am

Mensagempor Iniquidade » sábado fev 06, 2010 7:40 am

dou-te toda a razão do mundo mas...

sempre que tou sozinho isto acontece, estou-me a levantar po trabalho cheio de sono e a minha cabeça a perguntar porque raio estou a fazer este esforço?? de repente passam mil coisas pela minha cabeça, a nossa sociedade faz sentido, o mundo faz sentido mas o que e tudo o resto? porque eu tenho esta perspectiva sobre o mundo, este corpo? penso muitas vezes eu ser o palco principal, tudo o resto, as outras pessoas não são como eu, e tudo isto e um sonho a espera que eu acordo noutra forma de vida e aí perceba o que se passou.

Talvez saiba a resposta a tudo isto, eu sou uma pessoa que gosta muito de logica, para mim as coisas teem de fazer sentido se não nada bate certo... alguem me conta uma historia, eu guardo-a na cabeça e sempre que ouvir algo relacionado tento apanhar falhas... para mim a vida tem de ter um sentido, andar a deriva nao e lógico, nao tem sentido, daí talvez venha o meu medo.

Voltar para “Pergunte ao Psicólogo”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 7 visitantes