PUB


 

 

Crónicas

  • Photo

    COVID-19: (de)vota (de)coração (Tugália on-line: breve síntese)

    A bons pulmões e orgulhosamente, num patético refrão, promovido (também e sobretudo) televisivamente, grita-se na Tugália: “VAI FICAR TUDO BEM”… Ora francamente…! Como… “VAI FICAR TUDO BEM”? Colossalmente e devotos cumpridores (de promessas)… irão louvar, bater (tantas) palmas, berrar, buzinar os carros, esmurrar panelas e frigideiras, sacudir bandeiras nacionais… num inconsciente contentamento vi ... ler crónica

  • Photo

    …Relações fundidas; anaclíticas; genitais… ou demais, até…

    Disse em 2001, a OMS: “A depressão grave é actualmente a principal causa de incapacitação em todo o mundo e ocupa o 4º lugar entre as 10 principais causas de patologia, a nível mundial. Se estiverem correctas as projecções, caberá à depressão, nos próximos 20 anos, a dúbia distinção de ser a 2ª das principais causas de doenças no mundo (…) Um milhão de pessoas cometem anualmente suicídio. Um alent ... ler crónica

  • Photo

    O gato e o joio - IV

    Diariamente, Maria Augusta e grande parte da massa dos seus colegas, engendravam meios e mecanismos de poderem ser alvos, de um momento que fosse, do protagonismo que servia de combustível para a sobrevivência de quem tinha enveredado por essa via de acesso às pretensas ascensões profissionais. Era esgotante, mas era impossível desistir. Maria Augusta movia-se bem e com destreza no cenário formal ... ler crónica

  • Photo

    Pela lembrança quase tudo se alcança

    As coisas falam, mesmo que nem sempre estejamos atentos para ouvi-las. Na verdade, elas sussurram, não gritam ou fazem alarde, comunicam-se no silêncio, esperando um ouvido receptivo aos seus sons. Quando digo “coisas”, refiro-me tanto aos objetos, quanto aos lugares. No fundo, todos sabemos que eles falam. O significado das coisas transparece com as lembranças que carregam. Este é o diálogo que e ... ler crónica

  • Photo

    Filha de Mãe África

    Vivemos hoje numa sociedade de hipocrisias com relação à escravidão. Devo dizer que elas andam mascaradas pela ideia de normalidade. Será que evoluímos? Ou continuamos a fazer as mesmas atrocidades disfarçadas de bons costumes? Estamos na era do falso moralismo racial. Os estigmas e estereótipos hodiernos, não se engane, estão também nos objetos que circulam no mercado. Não é preciso entoar palavr ... ler crónica

  • PUB


  • Photo

    Mundo da arte - II

    Viver é a grande arte. Desse gênero maior decorrem todas as outras artes: plásticas, cênicas, musicais. Estamos rodeados de artistas. Desde as tragédias gregas. Desde o ícone Shakespeare. Desde sempre. Arte não é monopólio de ninguém. Artista é toda pessoa a quem não lhe falte engenho e arte no desempenho de suas tarefas. Quando faz bem aquilo que faz, recriando a realidade. Todo dia é dia do arti ... ler crónica

  • Photo

    O gato e o joio - III

    Maria Augusta era mais uma criatura que se confundia com a banal promiscuidade entre a ambição e a capacidade. Tinha leccionado diversas matérias, contempladas no currículo do curso da universidade onde estava empregada. Como professora, Maria Augusta, era só mais uma que ia participando e vivendo neste declarado enredo, entre os sorrisos das cores que a cada um fosse conveniente e consumisse meno ... ler crónica

  • Photo

    Mundo da arte - I

    Mundo da arte, mundo em arte, mundo visto pela arte, mundo visto com arte, mundo visto através da arte, mundo visto de cima, mundo das entranhas, mundo interior... O certo é que o mundo da arte transcende este mundo, o mundo comum em que vivemos. O olhar do artista nos faz ir além, desde que tenhamos sensibilidade. ... ler crónica

  • Photo

    O visionário Cascão

    O Cascão é um personagem de banda desenhada (BD ou “história de quadrinhos”) criado por Maurício de Sousa, em 1961. Pelas sábias qualificações videntes, é brasileiro, sem qualquer sombra de dúvida! É nosso irmão e também irmão de língua. A sua principal característica releva-se com a incontornável e prazerosa mania de não gostar de tomar banho (hidrofobia). Para Cascão, sujeira é sujeira! Contudo, ... ler crónica

  • Photo

    Joseph e o cobertor de um 737-200

    Num voo para Paris, para onde ia passar uns dias de folga em casa dos avós maternos, Joseph era o único passageiro da fila onde estava. Ia sentado no lugar de janela do lado direito do boeing 737-200. É um avião aconchegante e com a graça de ser gordito, acolhedor e muito trabalhador, qualificava assim Joseph, mental e carinhosamente o 737. “Grassouillet” gracejava. Voo nocturno, calmo, sem atras ... ler crónica