Bad trip: abordagem de redução de danos diante de usuários em situação de crise

2016
lorenagbs@outlook.com


A- A A+
Bad trip: abordagem de redução de danos diante de usuários em situação de crise

Bad trip é uma consequência possível do uso/abuso de substâncias psicoativas (SPAs), caracterizada por um efeito controverso e prejudicial, que pode atentar contra o bem-estar do indivíduo. Esta experiência é qualificada como subjetiva, agonizante, desconfortável e apreensiva. Este artigo tem como objetivo abordar os sentidos produzidos sobre bad trip destacando sua conceituação, as estratégias de prevenção, redução de danos e modalidades de uso, através de revisão literária no que se refere a publicações e estudos já existentes em torno da temática. É considerável a relevância de atentar à possibilidade de ocorrência de uma bad trip em decorrência da utilização da droga, com intuito de preveni-la ou minimizar seus danos, pois tanto os profissionais de saúde, quanto as pessoas que consomem SPAs, amigos e familiares podem desenvolver estratégias conscientes que causem menos danos à saúde, promovendo a abertura de possibilidades e recursos, além de diminuir a estigmatização e de estimular a autonomia dos usuários.

 Ler texto integral em PDF