Crónicas

  • Photo

    Medo e Ansiedade: Crianças e Adolescentes

    Fui para o meu quarto, deitei-me e passado cerca de dez minutos, comecei a tremer, com falta de ar e fui a correr para o quarto dos meus pais. Depois de tudo o que aconteceu e pensando que seria uma situação excecional, os meus pais deixaram-me dormir com eles. O que eles não estavam à espera foi o que sucedeu nos dias, semanas e meses seguintes. Nos primeiros dias, eu ainda chegava a ir para o me ... ler crónica

  • Photo

    Porque nem todas as “Madrastas” são como a da Cinderela

    Os meus pais separaram-se quando eu tinha quatro anos. Na altura, era muito pequena para entender o que se estava a passar, por isso, acho que até aceitei bem essa situação. A minha mãe tem uma profissão que a faz viajar muito e, naquela altura, eu fiquei a viver com o meu pai. Viver com o meu pai era como estar a viver num castelo encantado. Eu era a princesa dele, fazíamos tudo juntos: cozinháva ... ler crónica

  • Photo

    Da separação à alienação parental!

    Numa tarde de domingo, tinha eu dez anos, quando a minha mãe se sentou ao meu lado no sofá da sala e começou a chorar, para me tentar contar que o meu pai ia sair de casa e eles se iam separar. Perante aquela informação, passaram-me muitas perguntas pela cabeça, mas fiquei calado pois a minha mãe não parava de chorar e senti-me na obrigação de tomar conta dela, abraçá-la e dizer que ia ficar tudo ... ler crónica

  • Photo

    T.P.C. no 1º ciclo?

    Hoje é quarta-feira, dia de ir à psicóloga. Para mim é mais um dia em que chego a casa às 20h, mais um dia em que tenho quatro páginas de trabalhos de casa para fazer, sem saber se os vou conseguir fazer e com medo de levar mais um recado na caderneta. Sinto-me triste e irritado porque até me esforço para tirar boas notas, mas cada vez que chego a casa estou tão cansado que já nem consigo pensar d ... ler crónica

  • Photo

    A 1ª Consulta - Entrevista Clínica

    Numa tarde de 6ªfeira, os meus Pais foram buscar-me à escola mais cedo, dizendo que tinha de ir ao médico. Fiquei chateado, primeiro porque não me deixaram terminar o jogo de futebol, segundo porque não percebi porque tinha de ir ao médico se não me doía nada. Chegámos ao consultório e a médica mandou-nos entrar, fiquei surpreendido….uma médica sem bata?! uma sala cheia de brinquedos?! pensei que ... ler crónica

  • de 1 até 5, total de 5