Associações Portuguesas de Psicologia

  • Antena do Campo Freudiano
    A Antena do Campo Freudiano (ACF) é uma associação científica, técnica e profissional, sem fins lucrativos e com personalidade jurídica. Sob a égide da Associação Mundial de Psicanálise (AMP) e associada à New Lacanian School (NLS), ela orienta aqueles que querem, no campo aberto por Freud, prosseguir com Lacan.
  • Associação de Psicólogos da Madeira
    A Associação de Psicólogos da Madeira (APM) é uma associação sem fins lucrativos, de índole científica e profissional que se encontra sediada no Funchal. Esta associação tem por objectivo fundamental o desenvolvimento da Psicologia na Região Autónoma da Madeira.
  • Associação Portuguesa de Estudos e Intervenção em Psicologia Positiva (APEIPP)
    A APEIPP é uma Associação Sem Fins Lucrativos, criada com o objectivo de reunir profissionais de várias áreas interessados em estudar, divulgar e intervir no domínio da Psicologia Positiva. Sendo uma Associação sobretudo virada para esta área científica, a principal tarefa é confiada a investigadores, académicos e profissionais que exercem a sua actividade de prática psicológica, sendo que se privilegia igualmente o acesso de toda a comunidade científica e da sociedade em geral aos estudos, pesquisas, eventos e demais acções de intervenção desenvolvidos por aquele grupo. O diálogo multidisciplinar constitui, aliás, um dos principais vectores da Associação, pelo que a participação de profissionais da área da saúde, da educação e de outros campos se apresenta como uma possibilidade de troca de experiências e conhecimentos, sobretudo se pensada num sistema que permita o trabalho em rede.
  • Associação Portuguesa de Psicanálise e Psicoterapia Psicanalítica (AP)
    A Associação Portuguesa de Psicanálise e Psicoterapia Psicanalítica (AP), fundada em 18 de Abril de 2008, é uma associação livre, sem fins lucrativos, tendo como objectivo principal a defesa da Psicanálise enquanto ciência, teoria e prática. A AP propõe-se fazer a divulgação científica e técnica da Psicanálise, promover a investigação e a formação em Psicanálise e em Psicoterapia Psicanalítica , realizar Cursos teóricos e práticos, Seminários, Colóquios e Congressos, assim como instituir formas de prestação de serviços à comunidade que sirvam o objectivo de intervenção Psicanalítica e Psicoterapêutica. Esta recente associação pretende promover o ensino da Psicanálise como uma teoria geral da mente, um modelo científico e uma técnica psicoterapêutica, baseados nas descobertas de Freud e nas suas teorias.
  • Associação Portuguesa de Psicogerontologia
    A Associação Portuguesa de Psicogerontologia tem como objectivo promover a Psicogerontologia, numa perspectiva psicossocial, contribuindo nomeadamente para a edificação de uma estrutura creditada do ponto de vista humano, técnico e científico que sirva de referência numa postura de Observatório e simultaneamente catalise a boa prática das actividades inerentes a esta área. A APP visa contribuir espiritual e materialmente para a melhoria do bem estar e qualidade de vida na velhice, recolher apoios de natureza diversa e canalizá-los para iniciativas admitidas como convenientes neste domínio, ou ainda promover o envelhecimento saudável, designadamente através de actividades na medicina curativa, paliativa e de prevenção, entre outros objectivos.
  • Associação Portuguesa de Psicologia - APP
    A Associação Portuguesa de Psicologia (APP), associação científica sem fins lucrativos, foi fundada em 1979, com sede em Lisboa. Tem por objectivos congregar os Psicólogos Portugueses e promover os seus interesses científicos, organizando cursos, conferências, exposições, congressos, visitas de estudo e outras actividades, constituindo uma biblioteca e editando a revista científica PSICOLOGIA.
  • Associação Portuguesa de Psicologia e Psiquiatria Transcultural (APPPT)
    Criada em Fevereiro de 2002, a APPPT tendo como objectivos sensibilizar a população para o tema da saúde mental em transculturalidade, fomentar a formação dos profissionais da área das ciências sociais e humanas, particularmente os de saúde e educação, contribuir para o alargamento dos conhecimentos nesta área nomeadamente através da investigação científica e prestar serviços de saúde mental às populações migrantes, minorias étnicas e refugiados.
  • Associação Portuguesa de Psicólogos de Intervenção Clínica (APPIC)
    A Associação Psicólogos de Intervenção Clínica tem por objecto o exercício da actividade de Formação, Investigação e Divulgação, numa perspectiva que congrega a diversidade das abordagens teóricas e técnicas nos domínios da Psicologia Clínica.
  • Associação Portuguesa de Psicólogos dos Cuidados de Saúde Primários
    A Associação Portuguesa de Psicólogos dos Cuidados de Saúde Primários (APPCSP), criada em 2001, é uma associação cuja finalidade é promover a formação científica e o exercício profissional da pscologia nos cuidados de saúde primários / Centros de Saúde. Podem aderir psicólogos que desenvolvam a sua actividade profissional nos Centros de Saúde.
  • Associação Portuguesa de Psicoterapia Centrada na Pessoa e de Counselling
    A Associação Portuguesa de Psicoterapia Centrada na Pessoa e de Counselling é constituída por um conjunto de profissionais diversificados tais como professores, técnicos de serviço social, psicólogos, médicos de clínica geral e médicos psiquiatras. Ela pretende dar a conhecer e desenvolver o modelo teórico criado por Carl Rogers, conhecido habitualmente como Terapia Centrada no Cliente / Abordagem Centrada na Pessoa, de inspiração humanista e aplicando-se em todos os campos do Humano, desde a Terapia à Pedagogia, passando pela Gestão e Mediação de Conflitos.
  • Associação Portuguesa de Psicoterapia Psicanalítica (APPSI)
    Associação com o objectivo de realizar o estudo, divulgação e disseminação da psicoterapia psicanalítica assim como o treino de psicoterapeutas que assegure um elevado nível de prestação de cuidados psicoterapêuticos.
  • Associação Portuguesa de Psicoterapia Psicanalítica de Casal e Família - POIESIS
    Fundada a 30 de Setembro de 2009, A POIESIS é uma associação autónoma e sem fins lucrativos. Tem como objetivos a promoção, divulgação, investigação, estudo, formação e intervenção em psicoterapia psicanalítica de casal e família. Pretende-se criar um quadro de formação e de análise dos processos inconscientes do casal e da família. Deste modo, apoia-se no trabalho de elaboração da transferência e da contra-transferência, decorrendo num setting psicanalítico, e suportado por um corpo teórico específico da psicanálise de casal e família, contribuindo, assim, para o desenvolvimento desta área teórica e de intervenção.
  • Associação Portuguesa de Terapia do Comportamento
  • Associação Portuguesa de Terapia Familiar e Comunitária
    A Associação Portuguesa de Terapia Familiar e Comunitária (aptefc) é uma associação científica sem fins lucrativos, constituída em 1980, por iniciativa de um grupo interdisciplinar de profissionais e interessados, nas áreas da investigação e intervenção sistémica familiar e comunitária. As actividades da APTEFC dirigem-se à formação de profissionais, organização de encontros científicos, edição de publicações de carácter técnico-científico, promoção da investigação e da prática da terapia familiar sistémica e apoio à comunidade.
  • Associação Portuguesa de Terapias Comportamental e Cognitiva
    A Associação Portuguesa de Terapias Comportamental e Cognitiva (APTCC) tem como objectivos principais a promoção, implementação e desenvolvimento das terapias comportamental e cognitiva nos seus domínios teórico, metodológico e prático, segundo os parametros radicados no respeito pela dignidade da pessoa humana, expressos na Declaração Universal dos Direitos do Homem.
  • Associação Redes
    A Associação Redes - Centro Comunitário de Apoio Psicológico e Pedagógico tem como objectivo principal prestar apoio psicológico e pedagógico a crianças e jovens com perturbações globais (deficiência mental) ou específicas de aprendizagem e/ou perturbações emocionais / comportamentais.
  • Centro de Estudos em Psicologia Oncológica (CEPO)
    O Centro de Estudos em Psicologia Oncológica (CEPO), é uma associação privada de natureza científica, que tem por objectivos a salvaguarda dos interesses profissionais, na vertente da promoção científica, social e deontológica dos seus associados, bem como a promoção e realização de cursos e conferências, simpósios, seminários e congressos sobre matéria de interesse profissional e outras actividades que visem o aperfeiçoamento científico e cultural dos seus associados. Tem ainda como objectivo a realização e divulgação de material pedagógico na área científica da associação e o apoio e formação da investigação clínica e científica, na sua área.
  • Instituto Nacional de Psicologia e Neurociências (INPN)
    Fundado em Julho de 2007, o INPN é uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, cujos objectivos passam pela promoção e divulgação da Psicologia e das Neurociências, pela promoção de formação científica nestas áreas, e pelo contributo para a regulamentação profissional dos psicólogos, psicoterapeutas e neuropsicólogos.
  • RESAPES-AP - Rede de Serviços de Apoio Psicológico no Ensino Superior - Associação Profissional
    A RESAPES é uma associação profissional que compreende profissionais envolvidos no âmbito do Apoio Psicológico no Ensino Superior. Dispondo de um website disponível para utilização por parte dos especialistas aderentes, a RESAPES-AP pretende ir de encontro a objectivos como a troca de informações e experiências a nível nacional e internacional, o desenvolvimento da cooperação e intercâmbio com associações e instituições, a promoção do Apoio Psicológico no Ensino Superior, ou ainda o estímulo da investigação na área do Apoio Psicológico, entre muitos outros.
  • Sindicato Nacional de Psicólogos
    O SNP tem desenvolvido trabalho no sentido de analisar a situação e problemas que afectam a classe, propondo-se levar a cabo diligências junto dos diferentes Ministérios e outras entidades por forma a promover a melhoria da situação profissional dos psicólogos. Propõe-se criar uma Comissão para as questões de Ética e Deontologia e oferecer um serviço jurídico de apoio aos sócios.
  • Sociedade Portuguesa de Ciências Psicológicas e do Comportamento Desviante
    Constituem objectivos da Sociedade Portuguesa de Ciências Psicológicas e do Comportamento Desviante (SPCIPCOD) promover a divulgação científica, no que concerne a teorias, investigação e práticas, no campo das ciências psicológicas e do comportamento desviante, bem como facilitar a organização de uma rede de técnicos que se interessam por esta área do conhecimento e respectivas aplicações clínicas, e, bem assim, actividades relativas a publicações, reuniões e congressos, prestações de serviços no domínio da formação e da elaboração de estudos e projectos na área da psicologia, tendo como destinatários organismos de cariz institucional ou empresarial.
  • Sociedade Portuguesa de Psicanálise
  • Sociedade Portuguesa de Psicodrama
    A Sociedade Portuguesa de Psicodrama, fundada em 1986, é uma associação científica, sem fins lucrativos, que tem como objectivo promover e dar publicidade a actividades, estudos e pesquisa em psicodrama e sociodrama, assim como organizar e coordenar cursos de formação clínica de profissionais qualificados para a prática destas técnicas.
  • Sociedade Portuguesa de Psicologia
    A Sociedade Portuguesa de Psicologia (SPP) é uma Associação Científica constituída em 1960, estando os seus actuais estatutos em vigor desde 1978. Como sua actividade de interesse relevante pode-se mencionar a elaboração do Código Deontológico dos Psicólogos por uma comissão conjunta (SPP e Sindicato Nacional dos Profissionais de Psicologia), aprovado em 1978. Todos os seus membros (Sócios e Membros Associados) têm acesso gratuito à Revista Portuguesa de Psicologia, bem como a informação e desconto em todas as actividades promovidas pela SPP. Destaque-se que a Revista Portuguesa de Psicologia, cujo primeiro número data de 1967, consiste na revista científica mais antiga da área da Psicologia editada em Portugal.
  • Sociedade Portuguesa de Psicologia Clínica
    A Sociedade Portuguesa de Psicologia Clínica é uma Associação Científica criada em 1989 e tem como objectivo principal ser uma fonte de contributos para a formação de qualidade dos Psicólogos Clínicos, quer nas áreas da Consulta e Diagnóstico Psicológico quer, principalmente, na formação em Psicoterapia Psicodinâmica.
  • Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
    A Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde (SPPS) é uma Sociedade Científica, constituída em 1995, que visa a promoção e divulgação da Psicologia da saúde, a investigação científica e a promoção de realizações científicas.
  • Sociedade Portuguesa de Psicoterapia Centrada no Cliente e Abordagem Centrada na Pessoa
    Sociedade Científica portuguesa dedicada ao desenvolvimento, divulgação e reconhecimento da prática da psicoterapia centrada no cliente, bem como ao apoio de todas as formas de intervenção na área da Abordagem Centrada na Pessoa.
  • Sociedade Portuguesa de Psicoterapia Existencial
    A Sociedade Portuguesa de Psicoterapia Existencial (SPPE) é uma associação cuja finalidade é promover a formação científica e o exercício profissional da Psicoterapia Existencial. É membro fundador da International Society for Existential Psychotherapy and Counselling e segue as recomendações da EAP - European Association of Psychotherapy para o seu curso de formação de psicoterapeutas.
  • Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Breves
    A Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Breves foi criada em 1986, inicialmente como um grupo de reflexão sobre modelos de intervenção relativamente pouco demorados no tempo, mas que mantivessem alguma eficácia. Tem como objectivo a promoção da psicoterapia breve, a investigação científica, a formação profissional, a realização de eventos científicos e a publicação de materiais científicos.
  • Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Construtivistas
    A SPPC, constituída em 2005, é uma associação científica, e tem por objectivo a divulgação das psicoterapias de inspiração construtivista, bem como a organização de uma rede de técnicos interessados nesta área do conhecimento e respectivas aplicações clínicas. Nasceu da necessidade de um espaço de discussão, supervisão e formação promotor do aprofundamento das teorias e metodologias cognitivistas numa direcção pós-racionalista e construtivista. A SPPC desenvolve um conjunto de actividades de divulgação, formação e supervisão na área das psicoterapias e das competências da relação de ajuda.
  • Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça
    A Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça (SPPPJ) é uma instituição particular de solidariedade social, sem fins lucrativos e de âmbito nacional que tem por objectivo promover o estudo dos comportamentos desviantes, da delinquência e da criminalidade, desenvolvendo a sua acção em estreita relação com outras instituições e organismos que tenham, de forma directa ou indirecta, objectivos comuns.
  • Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar
    A Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar foi constituída em 1979, sendo o seu âmbito de acção na área da Terapia Familiar e Intervenção Sistémica. A SPTF é responsável pela formação científica e creditação de profissionais em Terapia Familiar e Intervenção Sistémica, sendo membro da European Family Therapy Association (EFTA) e da Network of the National Family Therapy Organization (NFTO).